Rússia quer sediar os Jogos Olímpicos de 2032

O país também manifestou interesse em realizar os Jogos Europeus, em 2023, e as Olimpíadas juvenis de inverno de 2024

O ministro dos Esportes da Rússia, Pavel Kolobkov, disse na quinta-feira (14) que o país está interessado em sediar as Olimpíadas em 2032 ou 2036, mesmo que ainda enfrente as consequências de anos de escândalos de doping.

“No que diz respeito à organização, não há dúvidas de que a Rússia estaria preparada para sediar essas competições”, disse Kolobkov à agência de notícias estatal Tass. “É muito interessante para nós e precisamos avaliar mais isto”.

Com Paris confirmada para realizar os jogos de 2024, e Los Angeles em 2028, os jogos de 2032 seriam a próxima oportunidade para a Rússia sediar suas primeiras Olimpíadas desde Moscou, em 1980.

“Está claro para o Comitê Olímpico Internacional (COI), e para todo o mundo, que a Rússia tem uma certa qualidade em sediar competições esportivas. É provável que as competições realizadas em nosso país estejam entre as melhores do mundo”, disse Kolobkov.

A Rússia hospedou as Olimpíadas de Inverno de 2014, em Sóchi. Essa competição ficou marcada pelos escândalos de doping envolendo o país, revelados após um relatório de Richard McLaren, membro da Agência Mundial Antidoping (WADA), que dava conta de um vasto sistema de manipulação e falsificação de exames, com participação de membros do governo, técnicos e atletas.

O presidente russo, Vladimir Putin, disse anteriormente que Sochi, São Petersburgo ou Cazã poderiam sediar futuras edições dos Jogos Olímpicos de verão.

O país também já manifestou interesse em realizar os terceiros Jogos Europeus e os Jogos Olímpicos da Juventude de Inverno, em 2024.

Até o momento, além da Rússia, os únicos países que demonstraram interesse em receber as Olimpíadas de 2032 foram as Coreias, que pretendem realizar conjuntamente a competição.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM