Sucesso de Tóquio 2020 pode ajudar Sapporo a sediar os Jogos de Inverno de 2030

Sucesso de Tóquio 2020 pode ajudar Sapporo a sediar os Jogos de Inverno de 2030

Tóquio, Japão – De olho nas Olimpíadas de Inverno de 2030, o chefe do JOC, Yasuhiro Yamashita, declarou que se Tóquio 2020 for um sucesso vai haver a possibilidade do Japão voltar a sediar um evento olímpico daqui a dez anos, na cidade de Sapporo, segundo a reportagem do Inside The Games.

Apesar do grande otimismo, o momento é difícil. O próprio Yamashita admitiu que há dificuldades para a realização do Jogos Olímpicos no ano que vem na capital japonesa por causa da pandemia da Covid-19.

“Ouvimos muitas preocupações sobre se as Olimpíadas e Paraolimpíadas podem realmente ser realizadas, bem como sugestões para o cancelamento dos Jogos”, afirmou.

Segundo ele, apesar da situação adversa é necessário concentrar esforços “no que devemos fazer agora”.

Antes da pandemia, a cidade de Sapporo já havia largado na frente como a principal candidata para sediar as Olimpíadas de Inverno de 2030.

Para mostrar seu potencial, o JOC aprovou, em janeiro, a ideia de que Sapporo receba as maratonas e corridas de Tóquio 2020.

Tanto Yamashita, quanto o prefeito da cidade, Katsuhito Akimoto e outras autoridades, se reuniram com o presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, durante os Jogos da Juventude de Inverno Lausanne 2020, para discutir a candidatura de Sapporo.

Além disso, também houve uma reunião com a Comissão de Inverno do COI, que é quem tem a decisão final sobre as potenciais sedes.

Além da cidade japonesa, Salt Lake City, nos Estados Unidos e Barcelona, na Espanha, já demonstraram interesse em sediar a competição daqui a 10 anos.

Pequim, na China, será a sede dos eventos em 2022 e Milão-Cortina D’Ampezzo, na Itália, receberão as competições em 2026.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima