Martine Grael e Kahena Kunze serão as porta-bandeiras do Brasil no Pan de Lima

Data:

O Brasil terá pela primeira vez na história uma dupla de mulheres como porta-bandeira na cerimônia de abertura nos Jogos Pan-Americanos. As velejadoras Martine Grael e Kahena Kunze, ouro na Rio 2016, foram oficialmente anunciadas nesta quinta-feira como as responsáveis pela missão em Lima, capital peruana. O Comitê Olímpico do Brasil (COB) solicitou uma brecha para inscrever as duas.

O evento será nesta sexta-feira, às 21h de Brasília, no Estádio Nacional. Em Toronto 2015, o encarregado foi o ex-nadador Thiago Pereira. Em Guadalajara 2011, o posto ficou com o ex-mesatenista Hugo Hoyama. Nunca uma mulher havia ficado com a honra.

Relembre quem já foi porta-bandeira do Brasil nos Jogos Pan-Americanos

- Advertisement -

Em Olimpíadas, o Brasil já teve duas porta-bandeiras: Sandra Pires, do vôlei de praia, em Sidney-2000, e Yane Marques, do pentatlo moderno, na Rio-2016.

“Nós estamos carregando todo o peso das mulheres e de todos os atletas. Então, acho que vai ser um momento muito especial e a gente está muito contente”, afirmou Kahena.

 

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes