Artigo atual
Relembre quem já foi porta-bandeira do Brasil nos Jogos Pan-Americanos




Relembre quem já foi porta-bandeira do Brasil nos Jogos Pan-Americanos

Relembre quem já foi porta-bandeira do Brasil nos Jogos Pan-Americanos

Sem mulheres, relembre os atletas brasileiros que já tiveram a honra de carregar a bandeira do país em uma abertura de Pan

Enquanto o Comitê Olímpico do Brasil (COB) não divulga o nome do atleta escolhido para carregar a bandeira do Brasil na cerimônia de abertura do Pan-Americano de Lima 2019, a Agência Olímpica relembra os esportistas brasileiros que tiveram a honra de carregar o símbolo máximo do país na abertura da competição.

Apesar da primeira edição dos Jogos Pan-Americanos ter sido realizada em 1953, não registro de porta-bandeiras até a edição de 1963, em São Paulo. Confira a lista completa abaixo.

São Paulo 1963: Roberto Chap Chap

Atleta do lançamento de martelo, Roberto Chap Chap carregou a bandeira do Brasil na quarta edição do Pan-Americano, que aconteceu na cidade de São Paulo.

Winnipeg 1967: Rodney Stuart Bell

Na quinta edição da competição, Rodney Stuart Bell foi o esclhido para liderar a delegação brasileira na abertura do torneio na cidade canadense de Winnipeg.

Cáli, 1971: Nelson Prudêncio

Importante atleta do salto triplo, Nelson Prudêncio fora o escolhido para a missão de entrar com a bandeira do Brasil em 1971, após a medalha de prata na Olimpíada de 1968.

Cidade do México, 1975: Antônio Carlos Moreno

Antônio Carlos Moreno é um dos ídolos do vôlei brasileiro antes mesmo do boom do esporte no Brasil. No terceiro Pan da carreira, entrou com a bandeira brasileira na abertura.

San Juan, 1979: Arthur Telles Ribeiro

Arthur Telles Ribeiro é um ex-esgrimista brasileiro que disputou as Olimpíadas de 1968 e 1976. No Pan de San Juan 1979, em Porto Rico, desfilou com a bandeira do Brasil no Hiram Bithorn Stadium.

Caracas, 1983: Ricardo Prado

Considerado o maior nadador brasileiro da década de 1980, Ricardo Prado liderou a Parada dos Atletas brasileiros no Pan da capital venezuelana. Ele conquistou quatro medalhas nesta edição.

Indianápolis, 1987: Ronaldo de Carvalho

Ex-remador, Ronaldo de Carvalho fora o porta bandeira brasileiro nos décimos Jogos Pan-Americanos Indianápolies 1987, nos Estados Unidos.

Havana, 1991: Robson Caetano

Após os importantes resultados obtidos no final da década de 1980, incluindo um bronze olímpico em 1988, o velocista Robson Caetano participou da abertura do Pan de Havana portando a bandeira do Brasil.

Mar del Plata, 1995: Torben Grael

Pentamedalhista olímpico, com dois ouros no currículo, Torben Grael, atleta da vela, foi o escolhido em 1995 apesar da tímida campanha na competição.

WinningPeg, 1999: Robert Scheidt

Ouro no Pan de 1995 e na Olimpíada de 1996 na classe Laser da vela, Robert Scheidt foi o escolhido para carregar a bandeira do Brasil em 1999, competição na qual garantiu o bicampeonato Pan-Americano na Laser.

Santo Domingo, 2003: Maurício Lima

Membro da primeira seleção brasileira masculina de vôlei campeã olímpica, em 1992, Maurício Lima esteve à frente dos 467 atletas no Pan de Santo Domingo.

Rio de Janeiro, 2007: Vanderlei Cordeiro de Lima

Após o incidente nos Jogos de Atenas 2004, Vanderlei Cordeiro de Lima ficou cnhecido mundialmente por seu grande espírito esportivo. Condecorado com a medalha Pierre de Coubertin, Vanderlei foi o escolhido para entrar no Maracanã com a bandeira do Brasil.

Guadalajara, 2011: Hugo Hoyama

Quinze vezes medalhista Pan-Americano, o ex-mesatenista Hugo Hoyama encerrou a carreira no Pan mexicano de Guadalajara. Na ocasião, ele foi o porta-bandeira brasileiro.

Toronto, 2015: Thiago Pereira

Maior campeão Pan-Americano, conhecido com Mr. Pan, Thiago Pereira teve a honra de entrar com a bandeira do país na abertura dos maiores Jogos Pan-Americanos.

Lima, 2019:

O COB ainda não confirmou o nome que terá esta importante missão na abertura dos Jogos Pan-Americanos Lima 2019 no próximo dia 26 de julho no Estádio Nacional do Peru. Mas uma coisa é importante ressaltar: nunca uma atleta do sexo feminino entrou portando a bandeira do país em uma cerimônia de abertura da competição.

View Comment (1)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2018-2020 Agência Olímpica.