Tóquio 2020: mais de 7,5 milhões solicitam ingressos na primeira fase de vendas

Primeira fase de vendas foi aberta exclusivamente para residentes em solo japonês

O prazo para os residentes japoneses entrarem na loteria olímpica de Tóquio 2020 fechou às 11:59 da quarta-feira, horário do Japão, depois que os organizadores prolongaram as inscrições em 12 horas.

As inscrições foram abertas para os residentes japoneses em 9 de maio e deveriam ter sido encerradas à meia-noite de terça-feira, mas o prazo foi estendido para compensar os problemas causados ​​pelo intenso tráfego no site.

Os candidatos serão informados sobre os resultados da loteria em 20 de junho. O prazo para a compra dos bilhetes é 2 de julho.

Mais de 7,5 milhões de residentes no Japão se registraram para solicitar ingressos e o site de ingressos foi acessado mais de 24 milhões de vezes, segundo os organizadores.

“Estamos muito satisfeitos por ter concluído com êxito este marco altamente importante”, disse Masa Takaya, porta-voz de Tóquio 2020.

“O grande número de solicitações mostra que há uma grande paixão por todo o país nos Jogos de Tóquio 2020 e no esporte em geral. Milhões de ingressos estão disponíveis a preços acessíveis e haverá outras oportunidades para conseguir um.”

Cerca de 6,15 milhões de pessoas se registraram até a meia-noite de segunda-feira, com mais de 400.000 novos registros recebidos nas últimas 24 horas.

O site recebeu um “volume muito alto de visitantes” que lutavam por ingressos para os eventos de 24 a de julho a 9 de agosto, período dos Jogos da XXXII Olimpíada.

As pessoas que moram fora do Japão poderão comprar as entradas através de revendedores autorizados em seus respectivos países. Revendedores autorizados de ingressos podem iniciar vendas a partir de 15 de junho.

Candidatos mal-sucedidos na loteria podem tentar comprar os ingressos durante a primeira fase de vendas por ordem de chegada, em outubro. A fase final de vendas começará em março de 2020 e será feita globalmente.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM