Classificação olímpica do nado artístico é adiada por restrições de viagem

  • Restrições são parte das medidas contra o coronavírus
  • Nova data ainda está sendo estudada pelas federações nacionais

Tóquio, Japão – A última etapa de classificação do nado artístico para os Jogos Olímpicos de Tóquio, marcada para março em Tóquio, será adiada devido às restrições de viagem impostas sob o atual estado de emergência que visa combater o coronavírus, informou a Kyodo News na terça-feira (26).

O torneio de 4 a 7 de março no Tokyo Aquatics Center seria o primeiro teste olímpico com medidas contra o coronavírus, mas a Federação Internacional de Natação (Fina) e a Federação Japonesa de Natação (FJN) determinaram que as restrições à entrada de estrangeiros tornariam os eventos muito difíceis.

Atletas que vão ao Japão para competir ou treinar para as Olimpíadas foram isentos da proibição de entrada de estrangeiros não residentes, mas o governo decidiu encerrar a isenção em meados de janeiro como parte de suas medidas de emergência.

O estado de emergência, declarado para Tóquio e outras dez prefeituras após um aumento nos casos de coronavírus, está em vigor até 7 de fevereiro.

As federações de natação estão discutindo várias datas alternativas, inclusive entre os meses de abril e maio. Um novo calendário significa atraso no andamento das competições, mas os organizadores acreditam que “dá para fazer”.

Dez vagas para a Olimpíada de Tóquio estarão em disputa na competição, sendo 3 para equipes e 7 para duetos. Entre os países já classificados, estão Rússia, China, Ucrânia e Japão.

 

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima