Dina Averina pode igualar marca histórica em Baku

Dina Averina pode igualar marca história em Baku

Atual bicampeã mundial do individual geral, a russa Dina Averina pode tornar-se apenas a quinta ginasta a conquistar o título mais importante da ginástica rítmica três vezes – e de maneira consecutiva – em um Mundial. Campeã em Pesaro 2017 e Sofia 2018, Dina inicia os trabalhos pelo ouro em Baku 2019 na próxima segunda-feira (16).

Anteriormente, apenas Maria Gigova (1969-73), Maria Petrova (1993-95), Evgeniya Kanaeva (2009-2011) e Yana Kudryavtseva (2013-2016) conseguiram tal feito. Das quatro, apenas Kanaeva foi campeã olímpica, bicampeã, aliás, em 2008 e em 2012.

Embora seja a favorita ao ouro, Dina Averina tem duas fortes adversárias que podem frustrar seu sonho na capital do Azerbaijão. Uma delas é grande conhecida da russa. Trata-se de sua irmã gêmea, Irina Averina, que em 2017 ficou com o segundo lugar e já mostrou que pode desafiá-la nesta briga. A outra é a israelense Linoy Ashram, que recentemente a derrotou nas finais da bola e das maças nos Jogos Europeus de Minsk.

A 37ª edição do Mundial de ginástica rítmica será realizada em Baku, capital do Azerbaijão, entre 16 e 22 de setembro de 2019. A final do individual geral está agendada para o último dia, a partir das 8h da manhã (horário de Brasília).

Todas as informações sobre a competição de ginástica rítmica mais importante do ano, e que servirá como classificatório para os Jogos de Tóquio 2020, estão disponíveis no site oficial da Federação Internacional de Ginástica (FIG). Acesse!

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima