Ashley Wagner diz que foi abusada sexualmente por John Coughlin

Ashley Wagner diz que foi abusada sexualmente por John Coughlin

Vice-campeã mundial em 2016, a patinadora norte-americana Ashley Wagner revelou, em entrevista ao jornal US Today, que foi sexualmente agredida por John Coughlin, atleta que se matou em janeiro deste ano após acusão de má conduta. O caso teria ocorrido em 2008, quando a atleta de 17 anos à época participava de um camping de treinamento no estado do Colorado.

“Era tarde da noite quando ele foi até a minha cama. Eu estava dormindo e não me movi porque eu não entendi o que estava acontecendo”, diz ela. “Eu pensei que ele estava procurando um lugar para dormir. Mas ele começou a beijar meu pesccoço. Eu fingi estar dormindo, esperando que ele parasse. Ele não parou. Quando ele começou a me tocar, a agarrar meu corpo, eu tentei me mexer para que ele pensasse que eu estava acordando e, então, parasse. Mas ele não parou”, relembra.

Ashley disse que abriu os olhos após cinco minutos, afastou-se de Coughlin, pegou sua mão invasora e disse-lhe para parar. Ele o fez e saiu do quarto.

A patinadora de agora 28 anos de idade relatou que contou o caso apenas para duas pessoas na época. A equipe do US Today conversou com as duas pessoas, que confirmaram detalhes do incidente, mas pediram anonimato “por causa da sensibilidade do assunto”.

O vídeo completo está disponível abaixo:

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima