Ashley Wagner diz que foi abusada sexualmente por John Coughlin

Data:

Vice-campeã mundial em 2016, a patinadora norte-americana Ashley Wagner revelou, em entrevista ao jornal US Today, que foi sexualmente agredida por John Coughlin, atleta que se matou em janeiro deste ano após acusão de má conduta. O caso teria ocorrido em 2008, quando a atleta de 17 anos à época participava de um camping de treinamento no estado do Colorado.

“Era tarde da noite quando ele foi até a minha cama. Eu estava dormindo e não me movi porque eu não entendi o que estava acontecendo”, diz ela. “Eu pensei que ele estava procurando um lugar para dormir. Mas ele começou a beijar meu pesccoço. Eu fingi estar dormindo, esperando que ele parasse. Ele não parou. Quando ele começou a me tocar, a agarrar meu corpo, eu tentei me mexer para que ele pensasse que eu estava acordando e, então, parasse. Mas ele não parou”, relembra.

- Advertisement -

Ashley disse que abriu os olhos após cinco minutos, afastou-se de Coughlin, pegou sua mão invasora e disse-lhe para parar. Ele o fez e saiu do quarto.

A patinadora de agora 28 anos de idade relatou que contou o caso apenas para duas pessoas na época. A equipe do US Today conversou com as duas pessoas, que confirmaram detalhes do incidente, mas pediram anonimato “por causa da sensibilidade do assunto”.

O vídeo completo está disponível abaixo:

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes