Rússia terá apenas duas vagas no Mundial de patinação de 2020

A seleção masculina de patinação artística da Rússia teve uma grande derrota no Mundial deste ano, em Saitama, Japão. Além de não conquistar medalha, o país perdeu uma vaga na competição do próximo ano, em Montreal, Canadá.

Isso aconteceu depois que a soma dos resultados dos dois melhores patinadores russos – Mikhail Kolyada (6º) e Andrei Lazukin (10º) – ultrapassou o 13º posto. Pelas regras, o país precisaria somar até o 13º, no combinado das colocações, para avançar com três patinadores no próximo campeonato.

Cada federação nacional tem o direito de enviar uma entrada por disciplina. Dependendo de seus resultados na competição do ano anterior, alguns países podem enviar uma segunda ou terceira inscrição. Se um país tiver apenas uma entrada, esse patinador/equipe deve ficar entre os dez primeiros para ganhar uma segunda entrada e nos dois primeiros para ganhar três entradas para o próximo campeonato.

Se um país tiver duas ou três entradas, sua colocação combinada (as duas melhores) deve ser de  até 28 para manter duas entradas e 13, ou menos, para qualificar três entradas.

Nas outras categorias, a Rússia terá direito a cota máxima estabelecida pela União Internacional de Patinação (ISU).

O Campeonato Mundial de Patinação de 2020 acontece entre os dias 16 e 24 de março, em Montreal, Canadá.

Recentes