Revezamento 4x100m brasileiro recebe medalha de bronze das Olimpíadas de Pequim 2008

Lausanne, Suíça – Onze anos depois, os atletas do revezamento masculino 4x100m rasos das Olimpíadas de Pequim receberam a medalha de bronze. Nesta quinta-feira (31), em cerimônia realizada no Museu Olímpico, em Lausanne, Bruno Lins, José Carlos Moreira, Sandro Viana e Vicente Lenílson, enfim, subiram ao pódio.

O time brasileiro, originalmente quarto colocado na prova, herdou o bronze após a desclassificação do quarteto jamaicano, medalha de ouro. O revezamento de Trinidad e Tobago foi então promovido ao ouro e o Japão à prata.

Este momento é esperado pelos brasileiros desde o final do ano passado, quando o COI (Comitê Olímpico Internacional) confirmou que o jamaicano Nesta Carter correu dopado na final de 22 de agosto de 2008.

“A ficha não tinha caído ainda. Depois que colocaram a medalha, eu a olhei, passou um filme na minha cabeça e as lágrimas vieram. Foi um choro de felicidade, de ser reconhecido como um medalhista olímpico”, disse o alagoano Bruno Lins.

Com a medalha do revezamento 4x100m masculino, o Brasil passa a ter 17 pódios nos Jogos Olímpicos de Pequim. Esta também é a 17ª medalha olímpica do atletismo nacional na história.

Esta é a segunda medalha herdada pelo atletismo brasileiro das Olimpíadas de 2008. No mesmo revezamento 4x100m, as brasileiras Lucimar Moura, Rosangela Santos, Rosemar Coelho Neto e Thaissa Presti também ficaram com o bronze após a desclassificação da Rússia.

Leia também

Comente esta notícia

Seu endereço de email não será publicado.

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar usando este site, você concorda com a utilização de cookies. AceitarLeia mais