Prata em Lima, Andressa de Morais é suspensa provisoriamente por doping

Andressa de Morais, prata no lançamento de disco no Pan-americano de Lima e candidata à medalha no Mundial de Doha (27 setembro-6 outubro), foi flagrada em exame antidoping e suspensa provisoriamente, informou a Unidade de Integridade do Atletismo (AIU) nesta sexta-feira (6).

A AIU divulgou que foram encontrados vestígios da substância proibida SARM S22, um agente anabólico – o mesmo que derrubou a tenista Beatriz Haddad Maia em julho. O caso está atualmente sujeito a processos da Panam Sports, entidade que regula os Jogos Pan-americanos.

Com a decisão da AIU, a brasileira de 28 anos e detentora da sexta melhor de 2019 está fora do Mundial de atletismo, marcado para começar no final deste mês no Catar.

A Confederação Brasileira de Atletismo (CBAt) e Andressa de Morais não se manifestaram sobre o caso de doping.

Recentes