Wrestling brasileiro conquista três medalhas no GP de Madri

Wrestling brasileiro conquista três medalhas no GP de Madri

Aline leva prata, Giullia e Lais conquistam bronze e delegação nacional segue na Espanha para treinamento de campo

Neste final de semana, em Madri, a seleção brasileira feminina de wrestling conquistou três medalhas no Grand Prix espanhol. Aline Silva voltou ao pódio de uma competição europeia depois de dois anos ausente por lesão e conquistou a medalha de prata na categoria até 76kg. Giullia Penalber (até 57kg) e Lais Nunes (até 62kg) levaram um bronze.

Além das medalhistas, Kamila Barbosa (até 50kg) e Camila Fama (até 55kg) ajudaram a colocar o Brasil no quinto lugar geral entre 30 países em todas as categorias do estilo.

“Foi bom voltar a competir e atingir o pódio em um torneio internacional. A meta que tracei era estar nos pódios. Claro que gostaria de estar em primeiro lugar, mas de pouquinho em pouquinho, estou chegando lá. O primeiro objetivo é Lima e depois buscar a vaga olímpica no Mundial”, comemorou Aline, bronze na Canadá Cup, antes do vice-campeonato no Grand Prix de Madri.

Depois de se enfrentarem na fase de grupos, Aline Silva e a russa Ekaterina Bukina se enfrentaram na final do torneio. Depois de um começo de luta ruim, Aline tentou buscar o resultado, chegou a diminuir o placar, mas acabou derrotada por 6 a 1.

Na disputa do bronze, Lais não deu chances para a adversária na luta e venceu a espanhola Lidia Perez ainda no primeiro round. Giullia Penalber também enfrentou uma espanhola, Graciela Sanchez, na disputa pelo bronze, encostando a rival no fim do segundo round para garantir a primeira medalha de bronze para o Brasil no torneio espanhol.

Além do wrestling feminino, os atletas da luta greco-romana Joilson Júnior e Angelo Moreira seguem a preparação no treinamento de campo internacional que reúne, até o dia 13, atletas dos quatro cantos do mundo. Da Espanha, as atletas do wrestling seguem para Turquia, onde disputam o Torneio Yasar Dogu. A competição turca conta pontos para o ranking mundial e é o último torneio para as brasileiras antes dos Jogos Pan-americanos de Lima. No Peru, a equipe luta de 7 a 10 de agosto.

“No geral, o Grand Prix de Madri foi bom e ajudou a ver alguns detalhes que precisam ser acertados para as próximas competições. Espero poder corrigir esses pequenos erros durante o campo de treinamento e ganhar ritmo de luta visando os Jogos Pan-americanos”, explicou Giullia, ouro nos Jogos Sul-americanos 2014.

Daniel Nascimento viaja para o Irã

O wrestling nacional vai contar com 9 atletas nos Jogos Pan-americanos de Lima. Além dos sete atletas em preparação na Europa, o amazonense Daniel Nascimento, categoria até 57kg do estilo livre, viajou para o Irã, onde a modalidade é esporte nacional, para treinar com a equipe local. Já Antoine Jaoude (até 125kg) segue a rotina de treinos no Rio de Janeiro.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima