Ana Patrícia e Rebecca conquistam medalha de bronze em Portugal

Ana Patrícia e Rebecca conquistam medalha de bronze em Portugal

Ana Patrícia e Rebecca conquistaram, neste sábado (20), o bronze na etapa portuguesa de Espinho do Circuito Mundial de vôlei de praia. A dupla brasileira garantiu a medalha após derrotar outra parceria nacional, Ágatha e Duda, por 2 sets a 1 (21/18, 18/21, 15/12), em 45 minutos.

Além da premiação em dinheiro de cerca de R$ 37 mil, o pódio rende 640 pontos no ranking da corrida olimpíca brasileira, o qual elas lideram com 4.900 pontos.

A campanha da dupla em Espinho contou com cinco vitórias e apenas uma derrota, na semifinal, também disputada neste sábado, para as norte-americanas Kelly Claes e Sarah Sponcil, por 2 sets a 0 (21/12, 26/24).

Ana e Rebecca sobem pela sexta vez ao pódio do Circuito Mundial de vôlei de praia 2019. Elas já haviam conquistado medalhas de ouro em Haia (Holanda) e Xiamen (China), uma prata em Ostrava (República Tcheca) e dois bronzes, em Jinjiang (China) e Gstaad (Suíça).

Apesar de ficarem fora do pódio, Ágatha e Duda conseguiram um bom resultado, já que abriram distância para as demais duplas brasileiras na segunda posição da corrida olímpica nacional. O quarto lugar garante a elas 560 pontos, que somam 4.390, mais de mil pontos acima de Carol Solberg/Maria Elisa (RJ), que somam 3.370.

Na corrida olímpica do Brasil, apenas os eventos de quatro e cinco estrelas do Circuito Mundial, além do Campeonato Mundial, são contabilizados, cada um com peso correspondente. Além disso, os times terão uma média dos 10 melhores resultados obtidos, podendo descartar as piores participações. Só valem os pontos obtidos juntos, como dupla.

A corrida olímpica interna das duplas brasileiras acontece em paralelo à disputa da vaga do país, que segue as regras da Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Cada nação pode ser representada por, no máximo, duas duplas em cada naipe.

A competição em Espinho rende cerca de R$ 75 mil para os campeões dos naipes masculino e feminino. Ao todo, o torneio distribui cerca de R$ 1,1 milhão em premiação aos atletas. Espinho recebe uma etapa pela 16ª vez no torneio masculino, e pela 11ª no torneio feminino.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima