Brasileiros vencem e Brasil segue invicto no Mundial de vôlei de praia

Evandro/Bruno Schmidt e André Stein/George fizeram suas estreias no torneio com vitória e aumentaram para oito triunfos a marca brasileira,

Com triunfos de hoje, todas as oito duplas verde e amarelas no torneio levaram a melhor na primeira rodada

O Brasil segue invicto no Campeonato Mundial de vôlei de praia 2019, disputado em Hamburgo, na Alemanha. Neste sábado, 29, Evandro/Bruno Schmidt e André Stein/George fizeram suas estreias no torneio com vitória e aumentaram para oito triunfos a marca brasileira, com todos os times do país levando a melhor na primeira rodada.

Na última sexta-feira, Alison/Álvaro Filho e Pedro Solberg/Vitor Felipe, no masculino, e Ágatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca, Carol Solberg/Maria Elisa e Fernanda Berti/Bárbara Seixas, no feminino, já haviam largado com vitória. O Brasil é o maior vencedor de Campeonatos Mundiais e busca manter a hegemonia no torneio.

Evandro e Bruno Schmidt enfrentaram pelo grupo I os australianos Durant/Schumann e começaram tendo dificuldades, especialmente pelo número de contra-ataques dos australianos, que também pressionavam no saque. Aos poucos, porém, o time brasileiro entrou na partida e conseguiu levar o jogo ao tie-break, brigando ponto a ponto para vencer de virada por 2 sets a 1 (19/21, 21/15, 18/16), em 1h01 de duração.

Apesar de terem cedido mais pontos em erros, os brasileiros lideraram as estatísticas de pontos de saque, bloqueios e ataques. Os já conhecidos aces de Evandro – foram três na partida – entraram na hora certa no meio do tie-break. Bruno Schmidt, porém, foi maior pontuador do confronto, com 27 acertos.

Evandro e Bruno Schmidt voltam à quadra agora na próxima segunda-feira, 1 às 9h de Brasília, contra os venezuelanos Tigrito/Charly, que na estreia foram superados pelos espanhóis Herrera e Gavira, time que completa a chave brasileira.

André Stein e George não precisaram virar o placar, mas tiveram que mudar a rota entre o segundo set e o tie-break. Eles superaram na estreia os austríacos Seidl e Waller por 2 sets a 1 (21/19, 13/21, 16/14), em 55 minutos. André brilhou no bloqueio, anotando seis pontos no fundamento. Ele analisou a primeira partida do time em Hamburgo.

“Já enfrentamos os austríacos outras vezes, eles disputaram até uma etapa do Circuito Brasileiro, são bastante conhecidos dos times brasileiros. São dois atletas de muita velocidade, um pouco mais baixos, o que torna a forma de jogo um pouco diferente. Eles sempre dificultam, mas acreditamos o tempo inteiro, fez a diferença na reta final”, destacou.

Os austríacos também erraram bem mais que os brasileiros, cedendo 23 pontos, contra 10 da parceria verde e amarela. George admitiu um pouco de ansiedade antes da primeira participação em um Campeonato Mundial, mas celebrou ter desfrutado do momento.

“Foi um jogo difícil, nosso primeiro jogo, meu primeiro mundial, estava um pouco nervoso. Especialmente por ser na quadra central, diante de toda a torcida. Mas foi extremamente divertido, estar lá dentro, poder vivenciar isso e sair com a vitória”, disse.

André Stein e George entram em quadra novamente já neste domingo (30.06), às 10h (de Brasília), contra os moçambicanos Soares e Nguvo, que na estreia foram superados sem dificuldade pelos italianos vice-campeões olímpicos Nicolai e Lupo.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima