Brasil larga com vitórias e nove duplas invictas no Circuito Sul-Americano

O Circuito Sul-Americano conta com cinco etapas regulares e dois torneios ‘Finals’, com formato diferente, maior pontuação e premiação

O Brasil largou com muitas vitórias na quinta etapa do Circuito Sul-Americano de vôlei de praia 2019, que acontece em Camaçari, na Bahia. Foram 30 jogos nesta sexta-feira (19) pela fase de grupos dos torneios masculino e feminino. Ao final, nove duplas brasileiras permaneceram invictas e avançaram às quartas da competição.

Por conta das condições de iluminação, duas partidas que seriam realizadas nesta sexta-feira foram adiadas para amanhã: Tainá/Victoria x Val/Érica Freitas e Hegê/Talita x Erika/Fillippo. Neste sábado (20), além das partidas finais da fase de grupos, ocorrem jogos também das quartas de final.

No naipe masculino, largaram com duas vitórias na liderança de seus respectivos grupos Eduardo Davi/Felipe Cavazin, Jô/Léo Vieira, Matheus Maia/Vinícius Cardoso e Rafael/Renato. Rafael, que ao lado do irmão gêmeo Renato superou os compatriotas Anderson Melo/Jefferson por 2 sets a 0 (27/25, 21/19), e os uruguaios Vieyto/Cairus por 2 sets a 0 (21/19, 21/16), comentou o bom começo.

“Foi muito bom começar com o pé direito, espero que mantenhamos isso no jogo contra a Venezuela, neste sábado. Temos boas expectativas, viemos de uma temporada de evolução no Circuito Brasileiro e queremos, passo a passo, avançar às quartas de final, depois semifinais, e buscar uma medalha ao país”, destacou.

Com uma vitória e uma derrota, além de Ricardo/Vinícius estão Ramon/Luciano, Averaldo/Bruno, Adelmo/Arthur e Anderson Melo/Jefferson. Já Yuri/Maicon e Sturaro/Ícaro perderam duas vezes e já estão eliminados na primeira fase.

No feminino, estão invictas Andressa/Diana, Carol Horta/Ângela e Juliana Simões/Aline, com duas vitórias, e Tainá/Victoria e Val/Érica Freitas, que jogaram apenas uma vez, e venceram.

Rosimeire/Sandressa, Thamela/Ingridh e Rafaela/Jéssica somam uma vitória e uma derrota, com chances de classificação às quartas de final. Hegê e Talita, que só jogaram uma vez, e tiveram derrota, também seguem com chances. Por fim, Pity/Fabrine, que tiveram duas derrotas, não têm mais chances de avançar à próxima fase.

Os pontos obtidos em cada etapa vão para o país, de acordo com a classificação final da melhor dupla de cada nação nos eventos. Ao final, os pontos são somados e o país na liderança do ranking é declarado campeão geral. O Brasil lidera o ranking feminino, com 800 pontos, e aparece dividindo a primeira posição com o Chile no masculino, com 700 pontos.

O torneio em Camaçari conta com 16 duplas em cada gênero, divididas em quatro grupos de quatro. Os dois melhores colocados de cada grupo avançam à fase eliminatória de quartas de final. Depois a disputa segue para semifinal, disputa de bronze e final.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM