Bruno Schmidt volta após Covid-19 e vence em Cancún ao lado de Evandro

Após 13 dias de internação em decorrência de uma infecção pulmonar causada pela Covid-19 e quase dois meses de recuperação, Bruno Schmidt está de volta às quadras. E da melhor forma possível. Ao lado de Evandro, o campeão olímpico estreou com vitória na etapa de Cancún do Circuito Mundial. Em 2 sets a 0, parciais 21/16 e 21/17, os brasileiros confirmaram o triunfo sobre os noruegueses Hendrik Nikolai Mol e Mathias Berntsen com tranquilidade.

Em formato de bolha respeitando os protocolos sanitários, Cancún receberá três eventos consecutivos realizados pela Federação Internacional de Voleibol (FIVB). Será o retorno oficial da dupla Bruno Schmidt/Evandro após o drama vivido pelo campeão olímpico. Bruno chegou a ter 70% do pulmão comprometido e, nos últimos meses, trabalhou duro na recuperação, com fisioterapia pulmonar e recondicionamento físico.

A dupla norueguesa largou na frente, abrindo 4/2. Um bloqueio de Evandro, porém, colocou a parceria brasileira na dianteira, com 5/4. Aos poucos, os dois brasileiros passaram a dominar a disputa com certa facilidade. Um novo bloqueio de Evandro fechou o primeiro set: 21/16.

O panorama não mudou no segundo set. Os brasileiros logo abriram vantagem no início da parcial. Os noruegueses ainda chegaram a reduzir a diferença de cinco para apenas um ponto na contagem (13/12).

Bruno e Evandro estão classificados para os Jogos Olímpicos de Tóquio, previstos para o dia 23 de julho, na capital japonesa. Os três eventos de Cancún, por enquanto, são os únicos confirmados antes da realização das Olimpíadas.

Vale destacar que além de Bruno/Evandro outras 9 duplas brasileiras participam dos torneios mexicanos. No masculino: Alison/Álvaro Filho, George/Andre, Guto/Arthur e Pedro Solberg/Arthur. No feminino: Agatha/Duda, Ana Patrícia/Rebecca, Barbara/Carol, Talita/Taiana e Tainá/Victoria.

Recentes