Em meio à pandemia, COI pediu que centros de treinamentos fossem abertos para não prejudicar a Olimpíada

Lausanne, Suíça – Diante da pandemia do novo coronavírus (Covid-19), Thomas Bach, presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), solicitou que os comitês olímpicos nacionais (CONs) abrissem seus centros de treinamentos para que atletas continuassem treinando. A informação foi publicada nesta semana pela Reuters.

O pedido, feito durante teleconferência com representantes dos CONs, seria uma tentativa do COI de garantir que nada atrapalhasse os planos da entidade de realizar os eventos conforme planejados.

Alguns dirigentes tentaram explicar a Bach que os atletas não podiam treinar, devido à restrições governamentais e recomendações de órgãos como a Organização Mundial da Saúde (OMS). Porém, ele ignorou.

Bach só admitiu publicamente a possibilidade de adiar o evento no último domingo, quando o COI convocou uma reunião de emergência para tratar do assunto. Dois dias depois, o óbvio foi, enfim, confirmado: Jogos Olímpicos e Paralímpicos serão realizados em 2021.

As novas datas das competições ainda serão discutidas e decididas ema té três semanas, segundo informou a entidade na última sexta-feira (27).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Artigos relacionados