Governo sueco formaliza apoio à candidatura de Estocolmo-Åre 2026

A escolha da cidade-sede da Olimpíada de 2026 será feita em 24 de junho, durante reunião do COI em Lausanne, Suíça

O primeiro-ministro da Suécia, Stefan Löfvén, enviou ontem (12) uma carta ao presidente do Comitê Olímpico Internacional, Thomas Bach, confirmando o total apoio do governo sueco à candidatura dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno de Estocolmo-Åre 2026.

O documento, que acompanha o apoio público da proposta, revelado pela ministra do esporte Amanda Lind no início desta semana, completa o pedido de Estocolmo Åre 2026 para hospedar o evento, e descreve a crença do primeiro-ministro de que a Suécia será uma ‘excepcional’, ‘vibrante’ e ‘visionária’ anfitriã.

Também garante que a Suécia está disposta a cooperar com o Comitê Organizador (COJ), Comitê Olímpico Internacional (COI) e Comitê Paralímpico Internacional (IPC) para assegurar que os Jogos sejam bem-sucedidos, inclusivos, sustentáveis, seguros e em consonância Carta Olímpica.

A equipe da candidatura de Estocolmo-Åre 2026 apresentou também mais de 200 garantias, incluindo, entre outras coisas, os documentos de segurança do Estado, bem como garantias e compromissos em relação aos conselhos locais, instalações, logística e finanças.

A Suécia apresentou uma oferta flexível e sustentável com a realização de eventos em quatro lugares – Estocolmo, Åre, Falun e Sigulda, Letônia – em consonância com a iniciativa da Agenda 2020 do COI, construída em torno do conceito de “usar o que você tem, onde você tem”.

A decisão final sobre a escolha da cidade-sede está programa para o dia 24 de junho, quando o COI realizará a inauguração de sua nova sede em Lausanne, Suíça. Antes disso, Estocolmo Åre 2026 apresentará às Federações Internacionais de Inverno no início de maio no Sport Accord, antes de uma apresentação final no final de junho.

Richard Brisius, CEO da candidatura sueca, admitiu que o apoio do governo foi um “marco importante”, e que a tentativa de trazer a Olimpíada de Inverno para a Suécia está agora muito mais forte antes da votação final.

“Continuamos o trabalho positivo com nossa candidatura aos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de Inverno de 2026 para ajudar a criar algo novo e algo duradouro para o Movimento Olímpico. Estou confiante de que temos uma oferta que é feita sob medida para a nova realidade do COI e que trará os Jogos de Inverno para a Suécia, uma nação confiável e capaz que adora esportes de inverno ”, continuou ele.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM