Estrangeiros poderão adquirir ingressos para Tóquio 2020 a partir de junho

Estrangeiros poderão adquirir ingressos para Tóquio 2020 a partir de junho

Ingressos mais caros para a Olimpíada de Tóquio 2020 chegam a custar R$ 34 mil

O Comitê Organizador dos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020 divulgou, durante Assembleia Geral do Comitê Olímpico da Ásia (OCA), o cronograma da venda de ingressos para não residentes no Japão.

Estrangeiros poderão adquirir os ingressos para os eventos a partir de 14 de junho, algumas semanas depois da população japonesa garantir os seus.

Esta data foi escolhida para o início das vendas porque entra em vigor, no país, uma lei que endurece pena por venda irregular de ingressos, introduzida especialmente para a Olimpíada do ano que vem.

Sob a nova lei, a pena para quem vende ingressos ilegalmente pode ser de até um ano de prisão, multa de R$ 34.000 ou ambos.

Tóquio 2020 anunciou, em julho passado, que os ingressos mais caros serão os das cerimônias de abertura e encerramento, que devem chegar a R$ 9.450.

Os ingressos mais baratos para adultos serão de R$ 83 reais. Crianças, idosos e pessoas com deficiência poderão adquirir estes mesmos ingressos por R$ 68,04.

Os bilhetes mais baratos estarão disponíveis para esportes como softbol, futebol, hóquei e rugby, enquanto os ingressos mais caros estarão disponíveis para o atletismo, que devem chegar a R$ 4.158.

A quantidade de ingressos que serão alocados para cada país deve ser comunicada aos revendedores autorizados no próximo mês.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima