Campanha sueca para Olimpíada de 2026 tem apoio político

Data:

Após apoio da família real sueca, Estocolmo 2026 recebe aval do governo central, segundo executivos do COI

A candidatura de Estocolmo para as Olimpíadas e Paralimpíadas de Inverno de 2026 tem o apoio político necessário, afirmou o Comitê Olímpico Internacional (COI) na terça-feira, antes de uma visita de avaliação.

Estocolmo disputa o direito de hospedar o evento com as cidades italianas de Milão e Cortina D’Ampezzo, depois que outras cidades desistiram do evento, alegando altos custos de realização.

- Advertisement -

O projeto sueco, que inclui competições na estação de esqui em Are, ainda não tem apoio claro do governo local e central, enquanto o governo da cidade de Estocolmo está preocupado com o uso potencial do dinheiro dos contribuintes.

No entanto, Christophe Dubi, diretor executivo dos Jogos Olímpicos do COI, disse que os sinais são “muito tranquilizadores” em relação ao apoio central.

“As conversas com todos os níveis de governo estão na direção certa. Nós vemos um apoio muito forte do governo”, disse ele em uma teleconferência antes da visita da próxima semana do COI à Suécia.

A candidatura italiana está enfrentando problemas semelhantes com apoio político fragmentado no momento.

O CEO da Estocolmo-Are 2026, Richard Brisius, disse que o apoio político está de acordo com as exigências do COI.

“Recebemos garantias da maneira mais positiva. O primeiro-ministro da Suécia esteve na mídia há algumas semanas dizendo como ele apoia o projeto. Isso foi ecoado em todas as nossas discussões. Está tudo no caminho certo ”, disse Brisius na mesma teleconferência.

“Temos todo o apoio solicitado nesta fase.”

A cidade suíça de Sion, a japonesa Sapporo, a austríaca Graz e Calgary, no Canadá, desistiram de concorrer às Olimpíadas de 2026 ano passado. Erzurum, na Turquia, foi eliminada do processo de licitação pelo COI.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes