COI vai garantir qualidade da comida que será servida em Tóquio 2020

O presidente do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach, se comprometeu com o governo japonês a notificar os participantes das Olimpíadas de Tóquio sobre a qualidade da comida que será servida durante o evento. A medida é uma tentativa de tranquilizar os que acreditam na baixa qualidade dos alimentos japoneses.

O compromisso foi firmado durante encontro entre o dirigente do COI e o primeiro ministro do Japão, Shinzō Abe, na 74ª Assembleia Geral das Nações Unidas, nesta terça-feira (24), em Nova Iorque, Estados Unidos.

Uma equipe conjunta da Agência Internacional de Energia Atômica e da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura afirmou em junho do ano passado que as inspeções de substâncias radioativas e o gerenciamento de distribuição de alimentos do Japão eram adequadas.

No entanto, isso não foi suficiente para convencer a Coreia do Sul, que enviou uma carta ao COI expressando sérias preocupações sobre o assunto.

O litígio entre o Japão e a Coreia do Sul é resultado de ações econômicas e geopolíticas adotadas pelos dois países.

O caso mais recente diz respeito ao percurso da tocha olímpica no país-sede. O Japão incluiu algumas áreas de disputa territorial no itinerário da chama. No site oficial dos Jogos, o mapa mostra as Rochas Liancourt, que são governadas pela Coreia do Sul, mas reivindicadas pelo Japão.

Antes, o país peninsular já havia solicitado que a bandeira do sol nascente fosse banida dos locais de competições das Olimpíadas. Eles alegam ser um símbolo do passado imperial do Japão. A Coreia foi anexada pelo Japão e permaneceu uma parte do Império Japonês até o final da Segunda Guerra Mundial, em agosto de 1945.

Tóquio 2020

Os Jogos Olímpicos de Tóquio serão realizados entre os dias 24 de julho e 9 de agosto de 2020. São esperados mais de 12.750 atletas, de 206 países, que disputarão 306 eventos de medalhas.

1 COMMENT

Recentes