COI cita ‘benefícios criados’ pela Rio 2016 três anos após o evento

COI cita 'benefícios criados' pela Rio 2016 três anos após o evento

Três anos após a abertura oficial dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, o Comitê Olímpico Internacional (COI) publicou uma matéria em seu site listando os “benefícios criados” pela competição, “apesar da crise econômica, política e social que o Brasil vive.”

No texto, o órgão enumera as funções e os eventos realizados nas instalações após a Rio 2016. A Arena Carioca 2, que sediou o judô, hoje é sede da Confederação Brasileira de Luta (CBW) e do Instituto Reação – ONG criada em 2003 pelo medalhista olímpico Flávio Canto para promover o esporte.

A Arena Carioca 3, dentro do Parque Olímpico, que recebeu as competições de taekwondo e esgrima, hoje é utilizada pelas federações brasileira de badminton, ginástica, luta e boxe, além das confederações brasileiras de tênis de mesa, judô e futsal, para treinos de atletas profissionais e amadores.

Ao final da matéria, o Comitê Olímpico faz um contraponto e cita “desafios enfrentados” em algumas construções, como o Centro Olímpico de BMX e o Centro de Hóquei Sobre Grama, no Complexo Esportivo de Deodoro.

“A desafiadora situação econômica e política no Brasil admitiu adiar o progresso mais do que se esperava em algumas áreas, como a Vila Olímpica. No entanto, sediar os Jogos Olímpicos no Rio proporcionou uma série de pontos positivos de progresso, como melhorias na infraestrutura e a criação direta ou indireta de milhares de empregos em uma situação difícil.”

O texto completo, em inglês, está disponível aqui.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima