Ruta Meilutyte pode ficar fora da Olimpíada de Tóquio 2020

FINA deu prazo de 12 dias para Meilutyte apresentar justificativa. Ela pode pegar suspensão de 12 a 24 meses

Ruta Meilutyte, lituana campeã olímpica dos 100m peito em Londres 2012, pode ficar fora da próxima edição dos Jogos, em Tóquio, ano que vem. Ela perdeu três testes antidoping e pode ser suspensa por até 24 meses.

De acordo com uma declaração no site da Federação Lituana de Natação, Meilutyte assumiu total responsabilidade pelos testes perdidos.

Ela afirma ter preenchido incorretamente seu endereço.

Os agentes responsáveis pelos exames declararam incapacidade de contato com a nadadora em três ocasiões diferentes: em 22 de abril, em 19 de agosto de 2018 e em 28 de março deste ano.

A Federação Internacional de Natação (FINA) deu um prazo de 12 dias para a atleta fornecer um relatório explicando a ausência nos testes.

Kristina Jagminiene, diretora da Agência Antidoping da Lituânia, disse que foi um “erro vergonhoso” de Ruta, uma nadadora com “histórico limpo”.

Em 2015, Meilutyte criticou publicamente a rival Yulia Efimova, dizendo à BBC que ela não a via mais como uma “concorrente honesta” depois da suspensão da Federação Russa por doping.

Desde que deixou o Reino Unido depois da Olimpíada do Rio de Janeiro, Meilutyte passou a treinar na Lituânia e, posteriormente, na Austrália. Atualmente, encontra-se nos Estados Unidos.

Recentes