Artigo atual
Revezamento 4x200m livre masculino do Brasil é definido para o mundial da Coreia




Revezamento 4x200m livre masculino do Brasil é definido para o mundial da Coreia

Fernando Scheffer, Breno Correia, Luiz Altamir e João de Lucca formarão o revezamento 4x200m livre em Gwangju, na Coreia do Su

A prova dos 200m livre era a mais aguardados deste primeiro dia de competição

Fernando Scheffer, Breno Correia, Luiz Altamir e João de Lucca formarão o revezamento 4x200m livre em Gwangju, na Coreia do Sul, após terem obtidos os melhores tempos dos 200m livre nesta terça-feira (16), primeiro dia do Troféu Brasil Maria Lenk, realizado no Parque Aquático Maria Lenk, no Rio de Janeiro.

A prova dos 200m livre era a mais aguardados deste primeiro dia de competição. Após ótima campanha no último mundial, em Hangzhou, na China, ficou a expectativa para o desempenho que os recordistas mundiais poderiam fazer na seletiva para o mundial de 2019.

A expectativa foi concluída com sucesso. Fernando Scheffer (1m46s27), Breno Correia (1m46s65), Luiz Altamir Lopes Melo (1m47s23) – recordistas na última temporada – agora ganham a companhia de João de Lucca para o Mundial deste ano. Em quinto lugar, Murilo Sartori fez pela manhã o melhor tempo sub-18 (1m48s01) e baixou no período da tarde (1m47s75).

“Nós abrimos as portas no último mundial e agora nós somos uma realidade. Este revezamento tem muitas chances de conseguir coisas grandes. Fico feliz de fazer parte dele novamente e vamos em frente para este Mundial. Vai ser muito importante para nós”, disse Fernando Scheffer, campeão da prova.

“Depois do recorde mundial, nós passamos a ter uma responsabilidade a mais. O mundo está de olho em nós, mas levamos isso de uma maneira muito natural. Queremos melhorar, bater mais recordes e é importante agora contar com o João na equipe”, falou Breno.

Mais resultados

Campeã mundial nos 50m costas, Etiene Medeiros venceu, nesta terça-feira (16), os 100m costas. A atleta do Sesi-SP conquistou o ouro com 1m00s13. Maria Luiza Pessanha, do Pinheiros, ficou com a prata (1m02s23) e Andrea Berrino, da Unisanta, com o bronze (1m02s28).

“Nossa expectativa não é só focar nos 50m (livre). Minha maior vontade é sempre nadar 50m, porque sou velocista, mas não posso descartar outras provas. Estou em um ranking bom nas provas de 100m também. Queria fazer 59s nessa prova. Gostei bastante da minha prova, devo ter passado forte, então estou feliz com o que eu realizei aqui hoje”, contou.

Na versão masculina da prova, Guilherme Guido voltou a vencer a disputa no Troféu Brasil. Ele conquistou o ouro com 53s83, Gabriel Fantoni ficou com a prata com o tempo de 54s13 e Guilherme Basseto com o bronze 54s22.

O Troféu Brasil Maria Lenk continua amanhã, no parque Aquático homônimo, no Rio de Janeiro.

Comentários (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2018-2020 Agência Olímpica.