Guilherme Costa é ouro e Brasil encerra melhor campanha da natação em Pans

Guilherme Costa é ouro e Brasil encerra melhor campanha da natação em Pans

O Brasil conseguiu o sonhado 53º ouro no Pan de Lima e superou seu melhor resultado em medalhas douradas na história do evento, que havia sido conquistado em Toronto 2015. Quem teve a honra do feito foi Guilherme Costa, na última prova individual da natação, nos 1.500m estilo livre, neste sábado.

O brasileiro dominou a final do início ao fim e ganhou com ampla vantagem, com quase cinco segundos à frente de Nicholas Sweetser, dos Estados Unidos, que ficou com a prata.

A prova

O brasileiro começou em um ritmo muito forte, abrindo quase quatro segundos de vantagem para os adversários. Entretanto, a partir da metade da prova, a diferença foi caindo, com o mexicano Ricardo Vargas aparecendo como o principal rival na briga pelo ouro.

Após os 1.000m, Guilherme Costa, que tem como ponto forte a reta final da prova, conseguiu aumentar novamente a vantagem na dianteira. O mexicano não acompanhou e ainda foi ultrapassado pelo norte-americano Nicholas Sweetser. Vitória tranquila do brasileiro.

Guilherme terminou a prova com 15:09.93. Nicholas Sweetser fez 15:14.24, enquanto Ricardo Vargas fechou com 15:14.99. O outro atleta do Brasil na final, Diogo Villarinho, ficou com o sexto lugar.

O Brasil segue como segundo colocado no quadro geral de medalhas. O país ainda contabiliza 41 pratas e 67 bronzes, com 161 no geral. Os Estados Unidos lideram e o México aparece em terceiro.

Lima 2019: Natação

Trinta medalhas em cinco dias de competição. Dez ouros, nove pratas e 11 bronzes. Com esse desempenho espetacular, a natação brasileira obteve neste sábado o melhor resultado de sua história em Jogos Pan-americanos.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima