Governo do Bahrein oferece vacina, mas pessoal da F1 recusa a oferta

  • 'Como organização sediada no Reino Unido, não tem planos de ser vacinada como um grupo itinerante', respondeu a F1

Manama, Bahrein – O governo do Bahrein ofereceu vacina contra a Covid-19 para os membros da FIA (Federação Internacional de Automobilismo) que vão para o país para os testes de Fórmula 1 e o Grande Prêmio de abertura da temporada 2021.

A categoria agradeceu, mas informou que recusou a oferta do país do Golfo Pérsico.

O Bahrein vai receber a Fórmula 1 para seu único teste pré-temporada, de 12 a 14 de março, e novamente para a etapa de abertura, de 26 a 28 de março.

De acordo com os dados mais recentes, quase 10% da população bareine recebeu as duas doses da vacina contra a Covid-19.

O Bahrein está oferecendo cinco vacinas diferentes aos seus cidadãos, e no domingo, enviou uma comunicação informando que está “estendendo o programa aos principais eventos no Reino, de forma voluntária, onde os prazos permitem e fornecem benefícios adicionais aos participantes e à população nacional”.

“Devido ao cronograma do evento de Fórmula 1 deste ano, incluindo testes, grande parte dos participantes estará presente no Bahrein por um período de três semanas antes da corrida.”

“Isso, por sua vez, permite uma oportunidade única de fornecer proteção adicional para aqueles que desejam aproveitar a oportunidade na forma de vacinação (vacina Pfizer-BioNTech).”

Aqueles considerados ‘participantes da corrida’ receberiam, de acordo com a oferta, a vacina na chegada ao Bahrein e, em seguida, o segundo reforço suplementar antes da partida, 21 dias depois.

No entanto, a Fórmula 1 respondeu afirmando que “como organização sediada no Reino Unido, não tem planos de ser vacinada como um grupo itinerante, antes do planejamento já estabelecido de vacinas através do sistema de saúde no Reino Unido.”

Entende-se que as equipes de Fórmula 1 devem manter a mesma postura, seguindo o exemplo da categoria.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima