Hamilton procurou Verstappen para resolver desavenças “fake” antes da corrida do hexa nos EUA

Os dias que antecederam a corrida dos Estados Unidos foram de troca de farpas entre Lewis Hamilton e Max Verstappen. Afinal, os dois tiveram um toque após a largada no México, e o inglês acusou o piloto da RBR de tê-lo “torpedeado”, enquanto o holandês respondeu e disse que joga duro na pista, mas não é desleal. Mas a bandeira branca da paz foi erguida por Hamilton antes da prova que lhe deu o hexacampeonato em Austin.

“Falei com Max antes mesmo da corrida e disse tipo: “camarada, você é um grande piloto, cara. Vamos deixar para lá o que houver entre nós, porque é apenas “fake”, não é nada. Qualquer que seja a questão, vamos nos livrar dele. Vamos lá e ter uma ótima corrida” , comentou Hamilton à TV australiana Channel 4.

Hamilton fez questão de dizer ainda que considera Verstappen um dos grandes pilotos da Fórmula 1 atual e previu um grande futuro para o holandês, mais jovem da história a vencer uma corrida, aos 18 anos, no GP da Espanha de 2016:

Ele é um campeão do futuro e vou trabalhar o máximo possível para impedir que isso aconteça por um tempo, mas estou gostando de correr com ele.

Se o clima com Verstappen andou um tanto turbulento, com o antigo rival Sebastian Vettel, a relação vai muito bem, obrigado. Os dois chegaram a ter momentos tensos, sobretudo após os incidentes no GP do Azerbaijão de 2017, mas aos poucos se entenderam, e hoje convivem muito bem na Fórmula 1.

“Seb e eu temos um enorme respeito um pelo outro e acho que cresceu com o tempo. Nós estivemos na vanguarda do esporte e apreciamos o quão difícil é individualmente fazer o que fazemos. Além disso, com o tempo… Seb faz as coisas do seu jeito, eu faço do meu jeito e nós respeitamos isso um com o outro. Não há julgamento lá e acho que essas duras batalhas que tivemos juntos no ano passado nos aproximaram a esse respeito”, explicou.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima