Comitê Paralímpico Russo pode ser restabelecido

Data:

O Comitê Paralímpico Russo foi suspenso, em 2016, por causa dos escândalos de doping envolvendo o país e a Agência Antidoping da Rússia (RUSADA)

O Comitê Paralímpico da Rússia (CPR) está otimista sobre seu completo restabelecimento ao Comitê Paralímpico Internacional (CPI), uma vez que todas as condições impostas pela entidade internacional foram cumpridas, de acordo com o vice-presidente da CPR, Pavel Rozhkov, em entrevista nesta segunda-feira (4).

Andrew Parsons, presidente do CPI, afirmou que a decisão sobre a situação do CPR será anunciada em 8 de fevereiro:

- Advertisement -

“É difícil dizer o que esperar da próxima reunião. Estamos otimistas, porque todos os critérios foram cumpridos. Não houve, em dois anos e meio, desde que as sanções foram aplicadas, nenhuma acusação sobre os atletas paralímicos russos ou o CPR. 67 tópicos foram cumpridos, todas as medidas necessárias foram tomadas e todos os documentos foram enviados e aceitos”, declarou.

O CPR foi suspenso em setembro de 2016 por uma decisão do CPI. Em setembro passado, o CPI prorrogou a decisão e declarou que vários critérios precisariam ainda serem cumpridos, entre os quais a restauração da RUSADA. Mais tarde, o Comitê Executivo da Agência Mundial Antidoping (WADA) restaurou o status completo da RUSADA, da qual foi privada em novembro de 2015.

 

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes