Nathalie Moellhausen conquista ouro histórico no Mundial de esgrima

Data:

Nathalie Moellhausen derrotou a chinesa Sheng Lin, por 13 e 12, na final do Mundial de esgrima, em Budapeste

Nesta quinta-feira, 18, a italiana naturalizada brasileira Nathalie Moellhausen entrou para a história do esporte do Brasil. Ela derrotou a chinesa Sheng Lin na final do Mundial de esgrima, em Budapeste, capital da Hungria, por 13 a 12, e conquistou o ouro para o Brasil – a primeira medalha do país em um Mundial da modalidade.

Para chegar na final contra a chinesa, Moellhausen precisou vencer Vivian Kong, natural de Hong Kong, por 15/11. Pelas quartas, ela superou Lis Rottler, de Luxemburgo, por 11/10. Antes, nas oitavas de final, derrotou a italiana Alberta Santuccio, por 15/14.

- Advertisement -

A brasileira liderou o placar na maior parte do duelo, mas cedeu empate ao final do terceiro tempo. Dessa forma, as duas esgrimistas foram para o conhecido – e temido – ‘ponto de ouro’: quem pontuasse primeiro, levava o título. Já na prorrogação, Moellhausen partiu para cima de Sheng e, com apenas 20 segundos de embate, encostou a lâmina na rival para faturar a histórica medalha de ouro para o Brasil.

Nathalie Moellhausen já representou a Itália em competições de esgrima, inclusive já conquistou medalhas em campeonatos mundias. Em 2009, faturou o ouro por equipes. Em 2010, subiu ao pódio para receber o bronze no torneio individual. Em 2011, mais uma vez, foi medalhista por equipes, desta vez de bronze.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes