Darlan Romani bate o recorde sul-americano e faz história na Liga Diamante

Darlan Romani bate o recorde sul-americano e faz história na Liga Diamante

O arremessador marcou 22,46 m, 22,55 m e 22,61 m, mostrando o bom momento em que vive para o Pan e o Mundial

O catarinense Darlan Romani fez história no arremesso do peso na Liga Diamante vencendo o Prefontaine Classic, em Stanford, Estados Unidos, com 22,61 m, novo recorde sul-americano da prova. Darlan fez neste domingo (30/6) quatro lançamentos acima dos 22 metros e melhorou o seu próprio recorde continental em 61 centímetros (era 22,00 m, de 15/9/2018). Para se ter uma ideia, esta é a décima melhor marca do Ranking Mundial de Todos os Tempos.

Darlan (Pinheiros-SP) venceu a prova com a segunda melhor performance da competição. Bateu o recorde sul-americano três vezes na sequência de arremessos, quatro deles acima de 22 metros: 1º – 21,64 m, 2º – 21,92 m, 3º – 22,46 m, 4º – 22,55 m, 5º – 22,61 m e 6º – 22,37 m. Ryan Crouser, dos Estados Unidos, ficou em segundo, com 22,17 m, e Tomas Walsh, da Nova Zelandia, em terceiro, com 21,76 m.

Além de recorde brasileiro e sul-americano, a marca de Darlan foi o recorde da pista de Stanford, do Prefontaine Classic e da Liga Diamante e ele venceu o líder do Ranking Mundial da IAAF Ryan Crouser. Darlan assumiu a segunda posição do Ranking Mundial, com o arremesso de 22,61 m, marca que também está entre as dez melhores do mundo de todos os tempos e supera o índice olímpico fixado pela IAAF para os Jogos de Tóquio 2020.

Darlan, que treina no Centro Nacional de Desenvolvimento de Talentos (CNDA) da CBAt e mora em Bragança Paulista está participando do Camping Internacional de Treinamento e Competição, parte do Programa de Preparação Olímpica, em Leon, Espanha, com o técnico cubano Justo Navarro Despaigne. O camping começou no dia 27 de maio e prossegue até 3 de agosto.

Darlan disputa os Jogos Pan-Americanos de Lima, de 26 de julho a 11 de agosto, e o Mundial de Doha, Catar, de 27 de setembro a 6 de outubro.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima