Mexicana prata na Rio 2016 é suspensa quatro anos por doping

Data:

Lupita González manterá os resultados conquistados na Olimpíada do Rio 2016 e no Mundial de 2017

María Guadalupe González, mais conhecida como Lupita González, medalhista de prata na Olimpíada do Rio de Janeiro na marcha de 20km, foi suspensa por quatro anos após testar positivo para esteróides.

Na última atualização da Athletics Integrity Unit, órgão independente que processa casos para a Associação Internacional de Federações de Atletismo (IAAF, em inglês), a atleta mexicana aparece suspensa desde 16 de novembro de 2018, após testes mostrarem a presença de trembolona e epitrenbolona em sua amostra.

- Advertisement -

Apenas os resultados de 17 de outubro de 2018 para cá foram desqualificados, o que significa que ela manterá suas medalhas de prata nos Jogos Rio 2016 e no Campeonato Mundial de Londres 2017.

Também nesta semana, o Comité Olímpico Internacional (COI) anunciou a desqualificação da saltadora letã Ineta Radevica, já apoentada, do quarto lugar nos Jogos Olímpicos de Londres 2012. A letã é a terceira atleta da final do salto em distância de Londres a ser desqualificado por doping após a realização de novos testes.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes