Petrúcio Ferreira bate recorde mundial dos 100m em Dubai

0

Dubai, Emirados Árabes Unidos – Enquanto o Brasil dormia, Petrúcio Ferreira fazia história. Na madrugada desta terça-feira (12), fuso brasileiro, o paraibano de 22 anos estabeleceu um novo recorde mundial dos 100m classe 747 (amputados de braço). O feito aconteceu na semifinal do Mundial de atletismo paralímpico, em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos.

Petrúcio volta à pista ainda hoje para a decisão da prova. Além dele, Yohansson Nascimento e Washington Júnior completam o trio brasileiro na decisão. Outra final com participação brasileira é a dos 100m T12 (baixa visão), com Fabrício Ferreira e Joeferson Marinho. Já na classe T11 (cegos) dos 100m, o Brasil será representado por Lorena Spoladore, guiada por Renato Benhur, e Jerusa Geber, com Gabriel Gárcia.

Na semifinal de hoje, Petrúcio Ferreira concluiu a prova em apenas 10s42, oito centésimos a menos que o recorde estabelecido por ele mesmo em 15 de junho de 2018. Naquela ocasião, durante a etapa de Paris do circuito de paraletismo organizada pelo Comitê Paralímpico Internacional (IPC), ele fez 10s50.

“Estou muito feliz. Eu costumo dizer que sou ligado no 220, mas hoje eu estou em altíssima tensão. A pista é muito boa e o clima está ótimo. Falta a final ainda, que vai ser forte e muito emocionante”, vibrou Petrúcio que amputou a mão esquerda devido a um acidente em uma máquina de moer capim aos 2 anos.

As disputas por medalhas do Mundial de atletismo paralímpico desta sexta-feira começam às 11h, horário de Brasília. A Sportv, da Rede Globo, detém os direitos de transmissão da competição no Brasil.

Leia também

Comente esta notícia

Seu endereço de email não será publicado.