Etapa de Pipeline do Circuito Mundial de Surfe deve retornar no próximo swell, diz WSL

Havaí, EUA – Interrompida na última sexta-feira (11) devido à confirmação de casos de Covid, a etapa de Pipe Masters, a primeira da temporada do Circuito Mundial de Surfe no masculino, pode retornar até o final desta semana. A indicação otimista foi feita pela Liga Mudial de Surfe (WSL, em inglês) em comunicado enviado aos atletas.

O comunicado, divulgado em primeira mão pela revista Stab, afirma que há a expectativa de retorno na parte final da janela – que vai até 20 de dezembro -, quando um novo swell se aproximará do local.

“Nossos protocolos, que identificaram o caso positivo original e o grupo de rastreamento de contato, contiveram a propagação do vírus. O grupos que teve contato com a pessoa infectada está isolado desde o caso positivo original, e nenhum novo caso foi relatado desde então – incluindo os resultados dos últimos testes de PCR. Assim, temos confiança na retomada do Pipe Masters, bem como da conclusão do Maui Pro (feminino, transferido após ataque de tubarão) em Pipeline”.

“Estamos trabalhando com as autoridades do Estado do Havaí na retomada da competição e esperamos clareza sobre isso nos próximos dias. Olhando para a previsão, é improvável que conseguiremos neste swell e vamos ter como alvo o swell no final da janela”, diz o comunicado.

Brasil participa da competição com oito atletas: Peterson Cristiano, Yago Dora, Filipe Toledo, Jadson André, Gabriel Medina, Adriano de Souza e Ítalo Ferreira, Deivid Silva,Caio Ibelli, Miguel Pupo e Alex Ribeiro.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima