A três meses da Olimpíada, qual a situação da pandemia em Tóquio?

Tóquio, Japão — Quando a Olimpíada de Tóquio foi adiada, em março de 2020, esperava-se que a situação da pandemia de covid-19 estivesse controlada um ano depois, especialmente na cidade olímpica.

O cenário atual é totalmente o oposto do que se imagina. Tóquio tem quebrado recordes diários de novos casos, enquanto o país passa por uma quarta onda da doença.

Na semana passada, foram registrados mais de 4 mil novos casos na capital – media de 571 por dia. O número total de infectados é de 132 mil. Deste total, 1689 estão hospitalizados. Mais de 1840 pessoas perderam a vida por causa novo coronavírus em Tóquio desde o ano passado. Os dados são do site Stop Covid Tokyo.

Apesar dos números alarmantes para uma cidade que espera receber uma Olimpíada, os governantes locais estão comprometidos com a realização dos Jogos Olímpicos e Paralímpicos entre julho e setembro.

Seiko Hashimoto, chefe de Tóquio 2020, disse que o cancelamento do megaevento não está em discussão.

“Não estamos pensando em cancelar a Olimpíada. Continuaremos a fazer o que pudermos para implantar um regime de segurança minucioso que fará as pessoas se sentirem completamente seguras.”

O primeiro-ministro Yoshihide Suga deve declarar estado de emergência em Tóquio e nas três prefeituras do oeste do Japão, Osaka, Kyoto e Hyogo, na esperança de conter o aumento de covid-19 durante o feriado da Semana Dourada.

Restrições mais duras, como fechar bares e restaurantes, devem estar em vigor de domingo a 11 de maio.

O chefe do COI, Thomas Bach, se mostrou favorável à ideia de um novo estado de emergência em Tóquio. Ele, no entanto, negou qualquer relação com os Jogos Olímpicos.

“Este (estado de emergência) está absolutamente de acordo com a política geral do Governo, mas não está relacionado aos Jogos Olímpicos”, declarou Bach.

Bach também declarou sua confiança na vacinação em massa dos atletas para uma Olimpíada segura. Ele acredita que um “grande, grande número de atletas estarão vacinados” no período dos Jogos.

Em diversos países, os atletas olímpicos foram colocados em listas prioritárias de vacinação, enquanto em outros, como nos Estados Unidos, a vacinação está adiantada a ponto de já atingir um número grande, senão a maioria, da delegação olímpica.

Se não forem novamente adiantados, ou cancelados, os Jogos Olímpicos de Tóquio começam em 23 de julho e transcorrem até o dia 8 do mês seguinte. As Paraolimpíadas ocorrerão entre 24 de agosto e 5 de setembro.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Artigos relacionados