Velocista Yohan Blake prefere perder Olimpíada a tomar vacina

Kingston, Jamaica – Quatro vezes medalhistas olímpico, o jamaicano Yohan Blake disse que prefere perder Tóquio 2020 a tomar vacina contra a Covid-19.

A declaração foi feita após uma competição organizada pela Associação Administrativa de Atletismo da Jamaica, entidade que regula a modalidade no país.

Blake disse ao The Gleaner que sua opinião sobre a vacina não mudou e acrescentou que “tem seus motivos” para não querer tomar o imunizante.

“Minha mente está forte: não quero tomar a vacina”, disse Blacke. “Prefiro perder as Olimpíadas a tomar a vacina. Estou feliz (com isso)”.

Blake, que recentemente abriu um centro de saúde e bem-estar, disse também que espera competir internacionalmente a partir de maio.

O corredor de 31 anos competirá em sua terceira Olimpíada, caso participe de Tóquio 2020.

Ele conquistou a medalha de prata nos 100 m e 200 m em Londres 2012, atrás apenas de seu compatriota Usain Bolt. Os dois fizeram parte da equipe de revezamento campeã olímpica nos 4×100 em Londres e na Rio 2016.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here

Últimas notícias

Artigos relacionados