Canadá anuncia que não vai disputar os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio em 2020

Toronto, Canadá – O Comitê Olímpico Internacional (COI) pediu quatro semanas para anunciar o futuro dos Jogos Olímpicos de Tóquio. O Canadá preferiu não esperar. Neste domingo (22), o Comitê Olímpico do país (COC) anunciou que não vai participar da Olimpíada caso o evento ocorra entre julho e agosto deste ano.

O motivo, claro, é a pandemia do novo coronavírus (Covid-19), que já matou mais de 13 mil pessoas e paralisou o calendário esportivo em todo o mundo.

Segundo o comunicado publicado no site da entidade, com o apoio do Comitê Paralímpico (CPC), da Comissão de Atletas e de autoridades locais, o país pede que “o COI, o IPC (Comitê Paralímpico Internacional) e a OMS (Organização Mundial da Saúde) adiem os Jogos por um ano”.

“Embora reconheçamos as complexidades inerentes ao adiamento, nada é mais importante que a saúde e a segurança de nossos atletas e da comunidade mundial”.

“Não se trata apenas da saúde dos atletas – é questão de saúde pública. Com o Covid-19 e os riscos associados, não é seguro para nossos atletas, para suas famílias e a comunidade em geral que continuem treinando para esses Jogos. Isso contraria a recomendação de saúde pública que instamos todos os canadenses a seguir”.

O Canadá é o primeiro país a dizer que não vai disputar a Olimpíada de Tóquio neste verão, ao invés de apenas pedir o seu adiamento.

O COI e o Comitê Organizador de Tóquio 2020 insistem que os Jogos podem começar na data prevista de 24 de julho, embora reconheçam que “diferentes cenários estão sendo avaliados”. Hoje, o COI sinalizou que uma decisão será tomada em até quatro semanas.

Recentes