Michel Macedo segue com Covid e está fora da sua 1ª prova em Pequim

O esquiador cearense é o segundo atleta da delegação brasileira a testar positivo para a Covid-19 na chegada à China.

O Brasil teve a sua primeira baixa por Covid-19 nas Olimpíadas de Inverno de Pequim 2022. Depois de testar positivo para o novo coronavírus na última terça no desembarque na capital chinesa, Michel Macedo, do esqui alpino, não apresentou dois testes negativos a tempo e está fora do slalom gigante. A prova acontece neste sábado (manhã de domingo na China).

Michel ainda está inscrito nas disputas do slalom, que acontecem na próxima quarta (terça na China). Ele tem mais dois dias para apresentar dois testes negativos. Caso não apresente, ele está fora dos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim e terá de deixar o país assim que não estiver mais infectado.

O esquiador cearense é o segundo atleta da delegação brasileira a testar positivo para a Covid-19 na chegada à China. No último dia 30 de janeiro, Erick Vianna, do bobsled, também apresentou-se infectado no seu primeiro dia em Pequim.

No entanto, Erick se recuperou a tempo, apresentando dois testes negativos durante o isolamento. As provas do bobsled acontecem apenas na próxima semana e o paulista já treina normalmente com o restante da seleção.

Confira a nota oficial do COB sobre Michel Macedo:

O Comitê Olímpico do Brasil (COB) informa que o atleta Michel Macedo não apresentou dois testes com resultados negativos dentro de 24h e, por isso, não está apto a participar da prova de slalom gigante, do esqui alpino, que será realizada neste domingo, 13.

A participação de Michel na prova de slalom, no próximo dia 16, também depende do cumprimento do protocolo exigido pelo Comitê Organizador Pequim 2022.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM