Brasil encerra participação no Grand Prix de Tbilisi com 5 pódios

Depois de um segundo dia em branco, o Brasil voltou a subir no pódio em Tbilisi

A seleção brasileira de judô encerrou sua participação no Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia, com cinco medalhas: três pratas e dois bronzes.

Neste domingo (31), Rafael Buzacarini e Beatriz Souza conquistaram duas pratas e somaram às conquistas de Rafaela Silva (prata), Nathália Brígida (bronze) e Larissa Pimenta (bronze).

Na final da categoria até 100kg, Buzacarini disputou o ouro com o russo Kazbek Zankishiev e acabou derrotado nas penalidades. Na disputa até 78kg, Beatriz Souza, segunda finalista brasileira, caiu por um waza-ari aplicado pela francesa Julia Tolofua e também ficou com a prata. Rafael Macedo (90kg) não conseguiu avançar à final e ficou na classificatória.

O Grand Prix de Tbilisi dá 700 pontos para o campeão de cada categoria, além de 490 para os vices. O bronze vale 50, o quinto lugar, 252, e o sétimo, 182. Na sequência são 112, 84, 70 e, por fim, 6 pontos pela participação.

Campanha brasileira em Tbilisi

  • Sexta

O judô brasileiro começou sua campanha no Grand Prix de Tbilisi com três pódios na sexta-feira (29). O melhor resultado veio com Rafaela Silva, que conquistou a prata. Além dela, Nathália Brígida (48kg) e Larissa Pimenta (52kg) também foram ao pódio, conquistando medalhas de bronze na Geórgia.

Rafaela Silva é prata no primeiro dia do Grand Prix de Tbilisi

  • Sábado

Os judocas brasileiros não foram bem no segundo dia de competições no Grand Prix de Tbilisi, na Geórgia. Após um primeiro dia recheado de medalhas, no sábado todos os brasileiros perderam na estreia e foram eliminados do torneio.

Brasil perde todas as lutas no segundo dia do Grand Prix de Tbilisi

Os resultados completos da competição estão disponíveis aqui.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM