Flávia Saraiva revela drama pós-cirurgia: “Machucava muito”

Data:

A ginasta Flávia Saraiva conquistou o bronze nas barras assimétricas dos Jogos Pan-Americanos de Santiago 2023. Esta foi a primeira vez que Flávia conseguiu vaga na final deste aparelho num Pan, fato que foi muito celebrado por ela.

“Eu estou muito, muito feliz. Essa é a medalha que eu estou mais feliz (de ter ganhado) nos Jogos Pan-Americanos, porque era uma medalha ‘mais longe’ para mim”, disse em entrevista coletiva na zona mista.

- Advertisement -

“Então, subir ao pódio, com um pódio duplo do Brasil, não tem alegria maior”, comemorou a ginasta.

Flavia também falou sobre a preparação para os Jogos Olímpicos de Paris, que serão realizados em menos de um ano, e revelou um drama pós-cirurgia.

“O que eu mais quero melhorar é na trave e no solo. Na trave, eu quero voltar com meus todos os meus elementos. Depois da cirurgia, a trave foi um aparelho muito difícil pra eu voltar, porque eu sentia muita dor. Isso me machucava muito, porque eu amo fazer trave, é o meu aparelho favorito”, disse.

“Então, não conseguir fazer trave da melhor forma possível tava me machucando demais. Eu lembro que eu chorava e falava ‘não é possível, eu estou tentando e não estou conseguindo'”, recordou.

Flávia Saraiva volta a competir amanhã no Pan de Santiago, onde vai disputar as finais da trave, com Rebeca, e do solo, com Júlia Soares.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes