Alemãs competem de macacão em protesto contra sexualição feminina

  • Em postagem no Twiiter, a Federação Alemã de Ginástica explicou que o objetivo é “competir sem que se sinta desconfortável”

Basiléia, Suíça – Quem tem acompanhado o Campeonato Europeu de ginástica artística deve ter reparado que as alemãs usavam macacões durante suas apresentações na Arena St. Jakobshalle, na Basileia, Suíça, esta semana.

Geralmente, as ginastas competem usando um collant sem ou com mangas curtas e/ou compridas. Um macacão completo como o que as ginastas da Alemanha escolheram raramente é usado em competições.

Essa foi a forma que a Federação de Ginástica da Alemanha (DTB, sigla em alemão) encontrou para protestar contra a sexualização de mulheres no esporte. Em postagem no Twiiter, a DTB explicou que o objetivo é “competir sem que se sinta desconfortável”.

A União Europeia de Ginástica (UEG), que organiza o torneio continental, parece ter aprovado a iniciativa. A conta oficial da entidade compartilhou uma mensagem no Twitter, dizendo: “Nossas meninas querem ser modelos para jovens ginastas e mostrar como podem se apresentar de maneira diferente sem se sentirem desconfortáveis”.

Sarah Voss, membro da equipe alemã na Basileia, falou sobre a importância da iniciativa, em entrevista a TV local ZDF:

“Nós, mulheres, queremos nos sentir bem com nosso corpo. Na ginástica, fica mais difícil à medida que você vai crescendo. Quando eu era criança, eu não me importava muito com isso. Mas quando eu entrei na puberdade e menstruei pela primeira vez, comecei a me sentir cada vez mais desconfortável”.

Sarah Voss não conseguiu vaga em nenhuma das finais do campeonato, mas escreveu em seu Instagram que estava “imensamente orgulhosa de ter sido a primeira (ginasta a competir assim)”.

A competição continua neste sábado com o primeiro dia de finais por aparelhos.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima