FIG discute mudanças nos campeonatos mundiais de ginástica

Aconteceu em Lausanne, Suíça, entre 19 e 20 de fevereiro, a primeira reunião dos dirigentes da FIG

O Comitê Executivo da Federação Internacional de Ginástica (FIG) se reuniu na sede da entidade para propor mudanças para o próximo quadriênio. Entre as questões debatidas, estão um novo formato para os campeonatos mundiais de ginástica artística, rítmica e trampolim e o sistema de qualificação para as Olimpíadas de 2024, em Paris.


Com relação ao novo formato dos mundiais, a FIG pretende diminuir os dias de competições para diminuir também os custos com a realização do evento. Tanto homens quanto mulheres terão apenas um dia de treino de pódio e um dia de classificação. A entidade também deseja reduzir o número de equipes participantes para 24 (no último mundial de ginástica artística foram 42 times) e limitar o número de generalistas e especialistas.

Quanto à classificação para as Olimpíadas, as vagas devem ser distribuídas através dos campeonatos continentais.

A FIG informou que estas questões serão postas novamente em discussão na próxima reunião, em São Petersburgo, Rússia, em maio.

Abaixo, a lista das questões decididas na reunião da última semana:

  • O CE decidiu adicionar uma etapa da Copa do Mundo de Ginástica Artística em Mersin (TUR). Será realizada entre 30 de agosto de 1º de setembro de 2019.
  • O CE decidiu oferecer de forma gratuita e não exclusiva, a todos os parceiros da FIG, os direitos de transmissão dos campeonatos mundiais júnior de ginástica artística e rítmica de 2019 para facilitar a exposição destes dois torneios.
  • Aprovação da inclusão de uma final por equipes no programa do Campeonato Mundial de Ginástica Trampolim;
  • Escolha dos embaixadores dos próximos campeonatos mundiais da entidade. Os nomes só serão divulgados quando todos os indicados aceitarem a proposta.

A próxima reunião dos dirigentes da Federação Internacional de Ginástica acontece entre 30 de abril a 1 de maio na Rússia.

PUBLICIDADE

Últimas notícias

LEIA TAMBÉM