Italiana Vanessa Ferrari objetiva Tóquio 2020

Vanessa Ferrari durante apresentação no Mundial de 2017, Montreal.

Campeã Mundial do Individual Geral em 2006, Ferrari afirmou que tentará a classificação através das Copas do Mundo da FIG.

O maior nome feminino da ginástica artística italiana, Vanessa Ferrari (28), que se lesionou durante o Campeonato Mundial de Montreal, em outubro de 2017, está de volta aos treinos e falou, em entrevista, que tentará a classificação individual, através das Copas da Mundo (da Federação Internacional de Ginástica), para os Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020.

“Depois dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, eu decidi que buscaria a qualificação individual através das Copas do Mundo, portanto, não competirei mais em Campeonatos Mundiais com a equipe italiana. Eu não sei como vou chegar lá (Olimpíadas de 2020), mas meu objetivo, desde que decidi voltar, sempre foi Tóquio 2020. Eu não sei como será o futuro, mas eu treino para isto.”

Segundo as novas regras da FIG, o atleta que decidir tentar a classificação para os próximos Jogos Olímpicos através das Copas do Mundo, não poderá participar das duas últimas edições de Campeonatos Mundiais que antecedem o evento, no caso, Doha, este ano, e Stuttgart, ano que vem. Este é o motivo da ausência da italiana no próximo Mundial da modalidade, marcado para os dias 4 a 13 de outubro de 2019, em Stuttgart, Alemanha.

Histórico

Vanessa Ferrari conquistou o título individual mais importante da ginástica, o ouro no Individual Geral, durante o mundial de Aarhus, Dinamarca, em 2006. Além desse título, Ferrari é três vezes medalhista mundial e quatro vezes campeã europeia. Em Jogos Olímpicos, apesar de três participações, não conquistou nenhuma medalha.

Em 2008, sofrendo com lesões no punho e no calcanhar, seu melhor resultado individual foi o 11º lugar no Individual Geral (AA). Em 2012, terminou em sétimo no AA e em quarto no solo, mesmo empatando com a medalhista de bronze, Aliya Mustafina. Em 2016, ficou em décimo no AA e, mais uma vez, terminou em quarto no solo.

A reportagem completa, em italiano, está disponível no site Sport Fair.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima