Oleksiy Torokhtiy é suspenso por doping e terá de devolver ouro olímpico

Data:

Lausanne, Suíça – Após reanálise de material, o Comitê Olímpico Internacional (COI) decidiu suspender e retirar a medalha de ouro do halterofilista ucraniano Oleksiy Torokhtiy, conquistada em Londres 2012. Segundo comunicado emitido pela entidade, na última quinta-feira (19), o atleta fez uso da substância proibida deidroclormetiltestosterona.

Todos os resultados conquistados por Torokhtiy de 4 de agosto de 2012 a 3 de agosto de 2015 também serão anulados.

- Advertisement -

Como consequência, o israelense Navab Nassirshalal, que ficou com a medalha de prata em Londres 2012, será promovido ao ouro. Bartłomiej Bonk, originalmente medalhista de bronze, herdará a prata e Ivan Efremov, do Uzbequistão, o bronze.

A competição de levantamento de peso das Olimpíadas de Pequim (2008) e Londres (2012) foi prejudicada por uma série de novos testes positivos de amostras dos respectivos Jogos. Nove dos 15 eventos do halterofilismo de Londres tiveram seus resultados alterados.

As reanálises das amostras das Olimpíadas de 2012 continuarão até o final de 2020. O COI armazena amostras dos Jogos Olímpicos desde Atenas 2004 e as analisa sistematicamente.

A reanálise utiliza os métodos científicos mais recentes para detectar todas as substâncias proibidas na época da realização evento.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes