Basquete 3×3 participa pela primeira vez do Pan de olho na estreia olímpica em Tóquio

Basquete 3x3 participa pela primeira vez do Pan de olho na estreia olímpica em Tóquio

Nova modalidade olímpica, o basquete 3×3 fará uma conexão em Lima antes de desembarcar em Tóquio no ano que vem. Nos Jogos Pan-Americanos 2019, o Brasil será representado nos dois naipes, com ex-jogadores do basquete tradicional.

As duas equipes estreiam amanhã, 27, contra a República Dominicama. Ainda na rodada inicial, a equipe comandada pela treinadora Rafaella Bauerfeldt Lopes encara a Venezuela (20h30) e os Estados Unidos (22h30). Já o masculino, ainda enfrenta a Argentina (18h30) e o Uruguai (22h).

Jefferson Socas é um dos destaques do time masculino. Catarinense, de 28 anos, ele tem passagens por grandes clubes, como o espanhol Real Madrid, e deseja disputar uma Olimpíada. “Meu sonho é participar dos Jogos Olímpicos e meu estilo de jogo se encaixou muito bem no 3×3. O Pan tem um peso enorme. Uma medalha pode mudar o patamar do 3×3 no Brasil”, comentou Jefferson.

No domingo, 28, pela segunda rodada da fase inicial, os compromissos do selecionado nacional são estes: Brasil x Venezuela (16h30), Brasil x Porto Rico (20h30) e Brasil x Argentina (23h).

Além de Jefferson, a seleção masculina terá Felipe Oscar de Camargo, Jonatas Júlio de Mello e William Weihermann.

23.07.2019 – Jogos Panamericanos Lima 2019 – Lima (PER) – Coliseo Eduardo Dibos – .Treino Basquete 3×3 masculino -.na foto: Equipe feminina.Foto: ©Wander Roberto/COB

A seleção feminina é composta por: Aldecinete Mineiro Gomes de Souza, Evelyn Larissa Mariano Silva, Carla Patrícia Silva Lucchini e Luana Ariescha, a mais nova do grupo com 21 anos. “A expectativa é muito boa. É a minha primeira vez representando a seleção brasileira, além da estreia do basquete 3×3 no Pan. Então, é uma chance da gente ficar marcada na história”, avaliou Luana.

Na segunda rodada da primeira fase, que ocorre no domingo (28 de julho), no mesmo local, a equipe brasileira enfrenta a Argentina (18h30) e o Uruguai (22h).

De acordo com o regulamento, na fase inicial as equipes jogam entre si, em turno único, e os quatro melhores classificados avançam à semifinal (1º colocado x 4º colocado e 2º colocado x 3º colocado). Os dois vencedores da fase semifinal disputam o título, enquanto os perdedores definem a terceira e quarta posições.

Comentários (0)

Leave a Reply

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima