Basquete 3×3 participa pela primeira vez do Pan de olho na estreia olímpica em Tóquio

Data:

Nova modalidade olímpica, o basquete 3×3 fará uma conexão em Lima antes de desembarcar em Tóquio no ano que vem. Nos Jogos Pan-Americanos 2019, o Brasil será representado nos dois naipes, com ex-jogadores do basquete tradicional.

As duas equipes estreiam amanhã, 27, contra a República Dominicama. Ainda na rodada inicial, a equipe comandada pela treinadora Rafaella Bauerfeldt Lopes encara a Venezuela (20h30) e os Estados Unidos (22h30). Já o masculino, ainda enfrenta a Argentina (18h30) e o Uruguai (22h).

- Advertisement -

Jefferson Socas é um dos destaques do time masculino. Catarinense, de 28 anos, ele tem passagens por grandes clubes, como o espanhol Real Madrid, e deseja disputar uma Olimpíada. “Meu sonho é participar dos Jogos Olímpicos e meu estilo de jogo se encaixou muito bem no 3×3. O Pan tem um peso enorme. Uma medalha pode mudar o patamar do 3×3 no Brasil”, comentou Jefferson.

No domingo, 28, pela segunda rodada da fase inicial, os compromissos do selecionado nacional são estes: Brasil x Venezuela (16h30), Brasil x Porto Rico (20h30) e Brasil x Argentina (23h).

Além de Jefferson, a seleção masculina terá Felipe Oscar de Camargo, Jonatas Júlio de Mello e William Weihermann.

23.07.2019 – Jogos Panamericanos Lima 2019 – Lima (PER) – Coliseo Eduardo Dibos – .Treino Basquete 3×3 masculino -.na foto: Equipe feminina.Foto: ©Wander Roberto/COB

A seleção feminina é composta por: Aldecinete Mineiro Gomes de Souza, Evelyn Larissa Mariano Silva, Carla Patrícia Silva Lucchini e Luana Ariescha, a mais nova do grupo com 21 anos. “A expectativa é muito boa. É a minha primeira vez representando a seleção brasileira, além da estreia do basquete 3×3 no Pan. Então, é uma chance da gente ficar marcada na história”, avaliou Luana.

Na segunda rodada da primeira fase, que ocorre no domingo (28 de julho), no mesmo local, a equipe brasileira enfrenta a Argentina (18h30) e o Uruguai (22h).

De acordo com o regulamento, na fase inicial as equipes jogam entre si, em turno único, e os quatro melhores classificados avançam à semifinal (1º colocado x 4º colocado e 2º colocado x 3º colocado). Os dois vencedores da fase semifinal disputam o título, enquanto os perdedores definem a terceira e quarta posições.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes