Brasil é vetado do Sul-Americano feminino de basquete devido à covid-19

  • Por questões sanitárias, jogadoras não poderão entrar na Colômbia, sede da competição

Cali, Colômbia – A seleção brasileira feminina de basquete está impedida de jogar o Campeonato Sul-americano da modalidade, programado para ocorrer entre 10 e 16 de maio, em Cali, Colômbia. O motivo é a situação preocupante da covid-19 no Brasil.

No início do ano, a seleção masculina passou pelo mesmo problema, quando não pôde embarcar para disputar as eliminatórias da Copa América, no mesmo lugar.

“Estávamos prontos para jogar o Sul-Americano. Queríamos buscar nossa classificação dentro de quadra. Com planejamento pronto da comissão técnica e de todo o departamento. E com todos os rígidos protocolos da Fiba para a pandemia da Covid-19”, disse o presidente da CBB, Guy Peixoto.

“Mas, temos que respeitar a posição da Colômbia e pelo ranking, por liderarmos e por esportivamente não termos qualquer medida a tomar, vamos à AmeriCup diretamente e tenho certeza que faremos bonito em Porto Rico”.

O torneio é classificatório para a Copa América, que será disputada em julho e, por sua vez, vale vagas para o Campeonato Mundial de 2022. A entidade que comanda o basquete no continente, porém, garantiu uma vaga para o Brasil na AmericasCup, mesmo sem disputar o torneio, devido ao país ser o líder do ranking sul-americano.

Comentários (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On Instagram