Ruth de Souza, campeã mundial de basquete, morre de covid aos 52 anos

  • Aos 52 anos, a ex-jogadora foi vítima das complicações da covid-19
  • Ruth fez parte da geração de ouro do Brasil, que conquistou o título mundial em 1994

Três Lagos, Brasil – A campeã mundial de basquete Ruth de Souza morreu na manhã desta terça-feira (13). Aos 52 anos, a ex-jogadora foi vítima das complicações da covid-19. Ela estava internada desde o fim de março em uma UTI na cidade de Três Lagoas, no Mato Grosso do Sul.

“É com pesar que venho informar o falecimento da minha irmã Ruth Roberta de Souza hoje às 6:30 da manhã! Agradeçamos as orações, agora ela descansou!”, noticiou a família em postagem nas redes sociais de Ruth.

Ruth estava com 70% dos pulmões comprometidos quando foi internada, mas estava com a diabetes controlada e com os rins funcionando perfeitamente, segundo a família. O quadro clínico piorou no dia 2 de abril e ela precisou ser intubada.

Rutão, como a pivô ficou conhecida, era técnica da equipe de sua cidade natal. Ela disputou os Jogos Pan-Americanos de Havana (1991), a Olimpíada de Barcelona (1992) e foi campeã mundial com a seleção brasileira em 1994. Depois das conquistas, retornou para a Três Lagoas.

Ruth de Souza recebe medalha do Pan de Havana das mãos de Fidel Castro — Foto: Acervo CBB

A Confederação Brasileira de Basquete (CBB) também lamentou a morte da ex-jogadora. A vice-presidente da entidade, Magic Paula, que foi companheira de equipe de Ruth no Mundial de 1994, disse que “perdeu uma amiga, com uma história de vida de muitos desafios e que jamais perdeu sua doçura e sempre com seu jeito humilde”.

“Dia muito triste para mim. Ruth fazia parte da minha família e sempre recebida com carinho, como merecia. Que ela faça esta passagem com muita luz”, lamentou.

Comentários (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2018-2020 Agência Olímpica.

Rolar para cima
Visit Us On TwitterVisit Us On FacebookVisit Us On Instagram