Contra a Turquia, oposta peruana somou mais que Rosamaria e Kisy contra a Bulgária

Data:

A situação do Brasil no pré-olímpico de vôlei é preocupante. Depois de duas vitórias por 3×0, contra a Argentina e o Peru, a atual vice-campeã do Mundo tomou ‘apavoro’ da jovem seleção búlgara, que vendeu caro a derrota por 2-3, nesta terça-feira (19), em Tóquio. Com o resultado de hoje, o Brasil deixou a liderança da competição.

Quando se analisa os números da partida, a situação fica ainda mais complicada.

- Advertisement -

As opostas do Brasil, Kisy Nascimento e Rosamaria Montibeller, estiveram bem aquém na partida de hoje e isso pode ser percebido nas estatísticas da partida. Tainara, que também joga de oposta e que entrou para ajudar o Brasil em um momento complicado no segundo set, foi a que teve o pior rendimento entre as três.

Nas estatísticas divulgadas pela FIVB, Rosamaria fez 11 pontos, sendo 7 ataques e 4 bloqueios. Kisy, por sua vez, contribuiu com 7 pontos – 4 em ataques e 3 em bloqueios. Taianara não conseguiu fazer em três oportunidades – por isso, terminou com – 100% de eficiência.

No total, as opostas brasileiras somaram 18 pontos na partida que deu a terceira vitória brasileira no pré-olímpico, um número menor do que a oposta peruana, Maria Paula Rodriguez, marcou sozinha contra a campeã europeia Turquia.

A camisa 3 do Peru marcou 20 pontos, sendo 19 de ataque e 1 de bloqueio.

- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes