Brasil perde 2 sets para a Bulgária e se complica no pré-olímpico de vôlei

Data:

O roteiro já estava escrito: depois de duas vitórias por 3 a 0, seria natural o terceiro triunfo pelo mesmo placar sobre aquelas que já haviam perdido dois jogos sem ganhar sets. Errado. O Brasil precisou lutar para arrancar a vitória das búlgaras por 3/2, parciais de 25/13, 22/25, 27/29, 25/21 e 15/8, nesta terça-feira (19).

Apesar da vitória, a seleção feminina de vôlei do Brasil, comandada há mais de 20 anos pelo técnico José Roberto Guimarães, tem pouco a comemorar. É que o Brasil estava em primeiro na sua chave, mas deixou de somar um ponto por conta do placar final do jogo. Com isso, a Turquia assumiu a liderança e o Brasil, que está em segundo, deve ser ultrapassado pelo Japão – que joga contra Porto Rico agora pela manhã.

- Advertisement -

Turquia e Japão, inclusive, são os rivais diretos do Brasil na competição que dá duas vagas para os Jogos Olímpicos de Paris 2024. Se tudo tivesse saído conforme o esperado, o Brasil se manteria na primeira posição pelo critério de desempate, uma vez que mais cedo a Turquia cedeu um set para o Peru.

O Brasil está no grupo B do pré-olímpico de vôlei, que tem, além das já citadas seleções da Turquia e do Japão, Argentina, Peru, Bulgária, Porto Rico e Bélgica.

Classificação do pré-olímpico de vôlei 2023 (Grupo B)

  • Turquia – 9 pontos
  • Brasil – 8 pontos
  • Japão 6 pontos (pendente um jogo)
  • Porto Rico – 3 pontos
  • Bélgica – 3 pontos
  • Argentina – 3 pontos
  • Bulgária – 1 ponto
  • Peru – 0
- Advertisement -
Gabriel Lima
Gabriel Lima
Gabriel Lima é jornalista, formado pela Universidade Federal do Pará. Já participou da cobertura dos Jogos Olímpicos da Juventude em Buenos Aires, 2018. Na ocasião, esteve responsável pelas notícias e atualizações da ginástica artística.

Compartilhe

Recentes