US Open anuncia premiação recorde de R$ 306 milhões

Apesar do valor recorde, os vencedores do torneio vão receber menos que em 2020

Nova Iorque, EUA – A Associação de Tênis dos Estados Unidos (USTA) anunciou o valor recorde de U$ 57,5 milhões (R$ 306 milhões, cotação atual) em premiação para os participantes do US Open.

Este valor é 4,1 milhões maior maior que os U$ 53,4 mi de 2020 e U$ 500 mil acima do recorde de U$ 57 milhões de dois anos atrás.

Apesar de um valor mais alto, os vencedores de simples do torneio levarão para casa U$ 2,5 milhões cada, o que é U$ 500 mil a menos que ano passado e uma redução de US $ 1,35 milhão em relação a 2019.

Este é o menor valor para um campeão do torneio desde 2012, quando a premiação de simples foi de 1,9 milhão. O prêmio do vice-campeão também caiu de $ 1,5 milhão para $ 1,25 milhão.

Essa é uma iniciativa do torneio para dar mais dinheiro aos jogadores de ranking mais baixo. De acordo com comunicado da USTA, na segunda-feira (23), esse é um trabalho conjunto dos organizadores e dos jogadores para introduzir uma distribuição mais equitativa dos valores.

“Nós determinamos nossas alocações de prêmios em dinheiro rodada a rodada, engajando-nos em um diálogo aberto com os jogadores e a gestão de ambos os torneios”, disse Stacey Allaster, diretora do US Open.

Recentes