Artigo atual
Lesionada, Maria Sharapova está fora do WTA de São Petersburgo

Lesionada, Maria Sharapova está fora do WTA de São Petersburgo

Lesionada, Maria Sharapova está fora do WTA de São Petersburgo

São Petersburgo, Rússia – Depois da fraca atuação no Australian Open, onde foi eliminada ainda na rodada de estreia pela croata Donna Vekić por 6/3 e 6/4, a russa Maria Sharapova não vai disputar o WTA de São Petersburgo, que começa dia 10 de fevereiro. A russa, atualmente a 145ª do mundo, ainda sofre com uma lesão no ombro.

Quem anunciou a desistência de Sharapova foi Alexander Medvedev, diretor do torneio, nesta segunda-feira (27).

“Infelizmente, Maria Sharapova, com quem chegamos a um acordo sobre sua participação em nosso torneio, não vai participar devido a uma lesão no ombro sofrida após dois torneios na Austrália”, disse Medvedev a jornalistas. “Ela e sua equipe decidiram fazer uma pausa.”

“Seu representante nos informou oficialmente ontem que não importa o quanto ela queira jogar, sua condição de saúde atual não permite que ela participe de nosso torneio”, acrescentou.

Antes do Australian Open, Sharapova disputou o Aberto de Brisbante, onde também foi eliminada na abertura da competição. Na ocasião, ela perdeu para a norte-americana Jennifer Brady por 2 a 1, parciais de 6/3, 1/6 e 7/6.

Sharapova chegou a disputar o WTA de São Petersburgo, mas acabou abandonado o evento após a primeira rodada. O motivo foi o mesmo: lesão no ombro.

Embora não viva grande fase dentro das quadras, Maria Sharapova é a maior tenista feminina da Rússia e considerada uma das maiores da história da modalidade. Vencedora de cinco Grand Slam, ela foi a líder do ranking mundial por 21 semanas.

Após a suspensão de 15 meses por doping, e as sucessivas lesões nos ombros e nos joelhos, a carreira dela nunca mais foi a mesma. Para quem se acostumou a ver Sharapova no topo, agora se acostuma com suas aparições de até, no máximo, a segunda rodada de qualquer torneio.

O WTA de São Petersburgo será realizado de 10 a 16 de fevereiro, na Sibur Arena, em São Petersburgo, Rússia. A competição de nível premier distribui até US$ 823.000 em premiação.

Comentários (0)

Leave a Reply

Your email address will not be published.

© 2018-2020 Agência Olímpica.